Terça, 25 de Janeiro de 2022
30°

Nuvens esparsas

Uberaba - MG

Cidade Social

Olésia Borges

Tempo de Reflexão ....

08/01/2022 às 04h00
Por: Redação
Compartilhe:
Elas são grandes amigas e comemoram hoje, em dose tripla, seus aniversários, Luciana Cunha Castro Loureiro Borges, sua filha a médica Mariana Loureiro Borges Cury e Silvana Andrade Cunha Guimarães
Elas são grandes amigas e comemoram hoje, em dose tripla, seus aniversários, Luciana Cunha Castro Loureiro Borges, sua filha a médica Mariana Loureiro Borges Cury e Silvana Andrade Cunha Guimarães

Tempo de Reflexão ....

...O professor de filosofia, escritor e romancista de cunho filosófico Tiago Augusto Figueiredo, usou a ficção para criar um mundo adaptável. Nela, a humanidade aprendeu com as escolhas que geraram consequências e mudaram o curso da vida. De fato, uma grande semelhança sobre o que estamos vivendo na atualidade. Algumas questões podem ajudar a encarar esse novo ano, buscando esclarecer através de reflexões filosóficas, entender como começar, da melhor forma possível, o ano de 2022. Respondendo questões como: A filosofia pode me ajudar a pensar, buscar metas, traçar planos e facilitar a adaptação?  O privilégio de poder viver o ano de 2022 e as correntes filosóficas, como a obra "Meditações" podem fazer o seu ano melhor. O escritor e romancista Tiago Augusto Figueiredo, 29 anos, nasceu em Boa Esperança, MG, é formado em Direito, Letras e Filosofia, pós-graduando em Filosofia do Direito e Educação Moderna, e professor de Redação e Filosofia. 

 

“O último coração”...

...Em seu livro “O último coração”, Tiago Augusto Figueiredo questiona: Será que as máquinas vão roubar o lugar do homem? A ciência já criou tecnologia suficiente para que os robôs respondam a comandos e possam realizar tarefas simples do dia-a-dia. Mas, eles são capazes de sentir? O último coração é uma história futurista ambientada no fim do mundo, em que os robôs são programados para destruir a humanidade. Em seu livro o professor e escritor Tiago Augusto Figueiredo faz profundas reflexões e críticas sobre o ser humano, em um cenário futurista dominado por robôs. A trama tecno-futurista de cunho filosófico de “O útimo coração” gira em torno do personagem Tom Figg, que tinha o sonho e a ambição de conhecer a vida no futuro. O cientista consegue realizar seu grande sonho, porém, quando alcança, percebe que ninguém mais sobrou para compartilhar suas ambições. Tom já está vivendo a era dos robôs. O coração do protagonista é o último a bater na Terra. Agora, terá que compartilhar com as máquinas o que os homens viveram e sentiram e o que fizeram com a vida. O autor transporta o leitor para um futuro distante com uma escrita introspectiva, detalhada e sensível. Entre outras reflexões, a história retrata a ambição humana e, como escolhas geram consequências e mudam o curso de toda uma era.

 

A nova gripe ... 

...O crescente aumento da atual síndrome gripal, paralelamente à nova onda da pandemia pela nova Cepa da Covid19, em todo o mundo, vem confundindo a população e congestionando as unidades de saúde, sendo a grande preocupação desse começo de 2022.  Quando falamos em gripe, estamos no referindo às infecções causadas pelo vírus Influenza, que apresenta subtipos denominados A, B e C, de acordo com as características do vírus. As letras H e N que classificam os vírus da gripe referem-se às variantes de duas proteínas importantes para a infecção: H = Hemaglutinina e N = Neuroaminidase. Essas proteínas sofrem mutação com menor intensidade, porém quando o fazem geralmente são responsáveis por grandes surtos de gripe como a Gripe Espanhola, em 1918, causada pelo H1N1 e a Gripe Asiática, em 1957, causada pelo H2N2. Conforme são observadas as mudanças na estrutura dessas proteínas, elas recebem numerações, tais como H1N1 ou H2N2. Nos recentes surtos de gripe, foi verificada a infecção pelo subtipo Influenza A (H3N2). 

 

Cuidados...

... Para se proteger da atual síndrome gripal a H3N2, cujos sintomas são muito parecidos com os da covid-19 é preciso antes de tudo, adotar e manter a etiqueta respiratória utilizada também no surto de SARS-COV2, mantendo os ambientes arejados, sempre cobrir a boca ao espirrar (de preferência com antebraço), lavar as mãos com água e sabão ou álcool gel, evitar contato com mucosas (olhos, nariz, boca), manter distanciamento e evitar aglomerações. A vacinação continua sendo a melhor arma para prevenção, mas, como também é uma doença de transmissão aérea/contato, as mesmas medidas que já estávamos tomando para a covid-19 também previnem e ajudam muito na prevenção e tratamento da síndrome gripal. Além da etiqueta respiratória, caso alguém perceba estes sintomas, o importante é procurar assistência, o mais breve possível para que seja diagnosticado corretamente e o tratamento seja iniciado nas primeiras 72 horas do início dos sintomas. Uma postura responsável para a prevenção depende muito mais das ações individuais do que qualquer outro procedimento, até porque a vacina ajuda, mas pode não impedir também a infecção e a transmissão de uma síndrome gripal.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Olésia Borges
Olésia Borges
Sobre Economista pela FCETM e Professora, com pós graduação em Teoria Econômica pela PUC_MG, trabalhou na extinta MinasCaixa, passando pela área gerencial na agência e na Regional da autarquia. Colunista do Jornal de Uberaba há quase 25 anos
Uberaba - MG Atualizado às 16h46 - Fonte: ClimaTempo
30°
Nuvens esparsas

Mín. 18° Máx. 30°

Qua 31°C 18°C
Qui 30°C 18°C
Sex 31°C 19°C
Sáb 30°C 20°C
Dom 29°C 19°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Enquete
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias