Terça, 25 de Janeiro de 2022
25°

Nuvens esparsas

Uberaba - MG

Cultura Cultura

CAMINHEMOS

CAMINHEMOS

13/01/2022 às 04h00
Por: Redação
Compartilhe:

Em Cartagena das Índias, há algum tempo, quando eu estava na universidade fazendo uma espécie de palestra com um grande amigo, diretor de cinema argentino, Fernando Birri. E então os meninos, os estudantes, faziam perguntas – às vezes a mim, às vezes a ele. E fizeram a ele a mais difícil de todas: um estudante se levantou e perguntou “Para que serve a utopia?” Eu o olhei com dó, pensando “uau, o que se diz numa hora dessas?”, e ele respondeu estupendamente, da melhor maneira. Ele disse que a utopia está no horizonte, e disse “Eu sei muito bem que nunca a alcançarei, que se eu caminhar dez passos, ela ficará dez passos mais longe. Quanto mais eu buscar, menos a encontrarei porque ela vai se afastando à medida que eu me aproximo”. Boa pergunta, não? Para que serve a utopia? Pois a utopia serve para isso: caminhar.” Eduardo Galeano contou esta história antes de ler um poema seu em uma entrevista de um programa de televisão. Infelizmente parece que poucas pessoas o assistiram, muitas outras nem sabem quem é Eduardo Galeano, não há problema nisso, mas em Uberaba, além de não o terem visto também não sabem para que serve a utopia e nem o que é utopia para a gestão cultural local, talvez esse seja o grande problema. Se não estamos parados, caminhamos a passos lentos em direção a um horizonte que não sabemos para que lado fica e acabamos dando voltas em torno de nós mesmos em ações rasas e sem sentido. Não falo da atuação dos servidores municipais, mesmo que seja necessária uma reestruturação e que os cabides caiam, sei que estes fazem todos os esforços possíveis, mas falo sobre um sistema atravancado, enferrujado e cheio de vícios que impedem a evolução, tanto da gestão, quanto da vida cultural de Uberaba. Há muito o que ser feito e não podemos deixar de insistir na utopia, pois não podemos mais deixar de caminhar e nem voltar atrás, retrocedendo em questões que poderiam estar muito mais maduras, avançadas e em execução, como o Sistema Municipal de Cultura.  Ainda é imensamente triste pensar que em um segundo ano de pandemia, com uma nova gestão municipal, não conseguimos nenhum recurso de forma emergencial para o setor cultural que segue para seu terceiro ano sem perspectivas de melhora, ou mais, sem forças para reestruturar os 24 meses perdidos e os próximos que virão. As ações assistencialistas não podem ser equiparadas a políticas públicas de fortalecimento da área, muito menos o que fica no papel pode ser considerado feito. É urgente que as demandas colocadas na última conferência municipal de cultura sejam realizadas sem parcimônia ou qualquer tipo de enrolação. E é urgente termos um plano emergencial de suporte ao setor cultural que ainda vivencia de forma mais evidente os impactos econômicos da pandemia. Com isso é necessário reavaliar as ações que tem afetado diretamente a cultura e os profissionais que fazem parte da economia criativa na cidade. Deixo dois anexos para refletirmos sobre como estamos e como queremos estar daqui para frente, um deles, a Carta Aberta da Abrape – Associação Brasileira dos Promotores de Eventos em relação ao cancelamento de eventos culturais e de entretenimento no país e outro o poema que Galeano recitou no programa de tv, “O direito ao delírio”. Dessa forma hoje não tem divulgação de espetáculo, de show, de exposição, de evento e nem tem imagem, mas espero que com as palavras possamos delirar ou entender um pouco mais da utopia que podemos tentar alcançar. Caminhemos. 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Luiz Hozumi
Luiz Hozumi
Sobre Produtor cultural, publicitário, especialista em gestão e políticas culturais. [email protected]
Uberaba - MG Atualizado às 20h27 - Fonte: ClimaTempo
25°
Nuvens esparsas

Mín. 18° Máx. 30°

Qua 31°C 18°C
Qui 30°C 18°C
Sex 31°C 19°C
Sáb 30°C 20°C
Dom 29°C 19°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Enquete
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias