Quinta, 26 de Maio de 2022
23°

Alguma nebulosidade

Uberaba - MG

Cidade Reflexão

Amiga Voz

Amiga Voz

23/01/2022 às 04h00
Por: Redação
Compartilhe:

Arahilda Gomes Alves

 

O mundo das letras é livro ambulante coreografado pelo homem. Junte-se a essa tarefa, o gesto e a firmeza do olhar, na sobrecarga de emoções.

Fácil de se ver o que vai no coração de quem dialoga antevendo boas construções verbais aliadas ao olhar e ao gesto, tríplice imagem de boas revelações.

Há vozes de trovão ribombando madrugadas de malquerenças. Vozes de “vidros quebrados”, ásperas e machucantes. Vozes gazeteiras, símbolo da irresponsabilidade e do fracasso. Vozes altissonantes, chamativas de improvisados palcos. Vozes reticentes, falsas e enganadoras. 

Ligadas à saúde física e psíquica, formam “círculos viciosos”, do medo à afonia. Da insegurança aos distúrbios vocais. Todas elas, passíveis de consertos para saudáveis acertos.

Cerne marcante, a voz faz do homem pensante e falante, instrumento de comunicação.

Vozes iluminadas, fieis companheiras. Vozes sonantes antevendo carícias. Vozes firmes, na antevisão da coragem e da luta. Vozes benditas, guardiãs de bons exemplos.  Vozes amigas, companheiras da lealdade e do bom senso.

Há vozes adultas com timbre infantil, revelando a eterna criança, não assumindo a responsabilidade, que a maioridade impõe. Há vozes de “hipnotizador”, jamais usadas por comunicadores e fazendo dormir a plateia.  Há ‘vozes de trovão’ colocando ouvintes em sobressaltos, agitados e nervosos.

As vozes de ouro, prata ou bronze são timbres agradáveis à audição. Sentimentos detectam através da voz, do gesto e do olhar, qualidades positivas ou negativas, na revelação do nosso Eu. São “cartões de visita”, portas que se abrem para glórias ou insucessos. Instrumentos relevantes e revelantes da personalidade na busca da autoconfiança.

Não se pode quedar-se no silêncio, mesmo conforme velho axioma de que “o silêncio é de ouro”.

E nesta “peroração”, a certeza de que a voz é mais preciosa! Porque na conexão de mentes, acima de tudo, interage a cultura ampliando o saber e atravessando fronteiras!

 

(Crônica que me trouxe um 1º lugar em Feira Literária de Guadalajara, Conexão México)

 

Arahilda Gomes Alves - Cadeira 33 ALTM; vice-presidente -2ª-gestão; membro Academia Poetas Portugueses e Academia Letras e Artes Portugal; cônsul Poetas Del Mundo; Academia Internacional do Brasil; diretora cofundadora Fórum Articulistas de Uberaba e Região. Partícipe Rede Sem Fronteiras; sócia Poemas à Flor da Pele.  Dois primeiros lugares em Contos (R.S) e Feira do Livro (México). Crônica (2018). Escreve crônicas no JU desde 1993.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Reflexões
Reflexões
Sobre Artigos diários
Uberaba - MG Atualizado às 11h31 - Fonte: ClimaTempo
23°
Alguma nebulosidade

Mín. 12° Máx. 29°

Sex 29°C 14°C
Sáb 31°C 15°C
Dom 32°C 15°C
Seg 33°C 14°C
Ter 30°C 18°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias