Cria Criança
Água

Chuvas não são suficientes para aguar mudas nos canteiros públicos, diz biólogo

A maior parte das grandes cidades perde entre 30% e 45% de água

09/10/2019 06h00Atualizado há 1 semana
Por: Redação
Para uberabense, utilização de caminhão-pipa para molhar planta em período chuvoso é no mínimo inusitado - Foto: Leandro Correa
Para uberabense, utilização de caminhão-pipa para molhar planta em período chuvoso é no mínimo inusitado - Foto: Leandro Correa

A reportagem do JORNAL DE UBERABA recebeu denúncia de um leitor sobre o que chamou de desperdício do dinheiro público.

“Acabo de presenciar uma situação um tanto inusitada: caminhão-pipa aguando as plantas da cidade, sendo que choveu de manhã e choverá mais tarde, segundo a previsão”, afirma Leandro Correa Ribeiro. Ribeiro questiona se realmente é necessário isso, “uma vez que tal ato gera desperdício de água e custo, seja com o veículo, seja com a disponibilização de funcionários”, afirma.

Vale lembrar que o país passa por uma crise hídrica, e que dados do Instituto Trata Brasil apontam que a maior parte das grandes cidades perde entre 30% e 45% de água, o equivalente a quase 7 mil piscinas olímpicas cheias a cada dia. Isso causa perda financeira além de retirar a água da natureza.

A reportagem questionou a prefeitura, que informou que ainda é necessário aguar as plantas, já que o volume de água das chuvas não é suficiente.  De acordo com o biólogo da Secretaria de Meio Ambiente, Paulo César, o volume de chuva ainda não é significativo para garantir a sobrevivência das mudas nos canteiros. "Quando a chuva firmar, estiver mais constante e com volume maior vai deixar de fazer o procedimento, pois são muitas, com investimento significativo, tendo de fato a necessidade de utilizar o caminhão-pipa”, afirma o biólogo. (MGS)

 

1comentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias