Mosaic
Eventos

Coluna social

Fabiana Silbor

Fabiana Silbor

Fabiana SilborFabiana Silbor é Professora Universitária, radialista, apresentadora de televisão, jornalista, palestrante, gestora empresarial, articulista e pesquisadora nas áreas de ciências sociais e empresariais. Referência midiática, ela está no Jornal de Uberaba há nove anos, com uma página que promove conteúdo exclusivo, reflexões modernas, complexas e com doses cítricas. Fabiana Silbor foi repórter e apresentadora das Redes Integração, afiliada Globo, e Bandeirantes de Televisão.

13/10/2019 06h00
Por: Redação

Bem vindo.

Bem vinda.

 

A semana que começa traz tantas oportunidades.

Torço para que sejamos nobres e verdadeiros.

Porque até aqui, o formidável virou básico. 

Ostentação é criar desumanidades.

Povo oco. Por isso, os discos voadores não descem.

Tomara, que tenhamos sabedoria e compreensão.

 

Crescente

Se é para crescer, que seja mentalmente. Investir no progresso das inteligências racionais e emocionais. Precisamos nutrir nosso intelecto ou ficaremos reféns de conceitos programados para nos ludibriar.

 

Nascente

Novos caminhos podem e devem ser desafiantes. Eles nos conduzem a experiências que nos transformam. Sonhos foram feitos para se realizar. E, cada novo entendimento nos conduz a dizer mais sim para o existir.

 

Poente

As prisões mais duras são as internas. Vivermos assombrados por dores do passado nos condiciona a uma tristeza feita de pura solidão. Mesmo que aos poucos, liberte-se de tudo que lhe fez mal. Uma existência é muito tempo para desperdiçar com o que deu errado. 

 

Incoerente

As máscaras cairão. Muita gente paga para falar bem seguirá outros propósitos e todos os puxa sacos que se juntam por interesse só ficarão se o inferno chegar. Caso contrário, como todos os ratos, abandonarão o barco. 

 

 

Aderente

A definição do que é útil ou inútil transita em nós. Cada um sabe o que é mais importante e o que pode ser deixado de lado. Certo nessa época é que o número de excelentes só decresce e gente ridícula brota em todo lugar.

 

Urgentemente

Precisamos aumentar nossas doses de coragem para nos tornarmos o melhor que pudermos ser. Andamos frágeis demais na arte de lapidar. Qualquer dificuldade nos afugenta da decisão de persistir no bem. 

 

Globalmente

Precisamos inovar. Pensar com mais amplitude. Conseguir desenvolver o auto aprendizado por meio de questionamentos nobres e interessantes. Confiar que a vida merece a continuidade e que fazemos parte dessa construção.

 

Inconscientes

Somos animais. Temos (alguns têm) buscado um jeitinho de humanizar. Somos mais instinto quase sempre e guerreamos para fazer valer a tentativa de ser. E nessa de escolher entre bicho e gente estamos bem inconscientes (espero que ainda).

 

Absorvente

Temos que rir. A alegria salva. Temos que nos divertir. A distração descansa. Mas temos, também, que escolher esse reportório. Nem tudo é para ficar fazendo piada. Afinal, se assim continuarmos vamos transformando absurdos em risos macabros.

 

Decentes

Somos pontes. Assim como muitos foram interfaces em nós. Mas para bancarmos essa constância que promove a união precisamos questionar o que nos falta tanto para as atitudes de perdão. Parece que a raiva mantém certa presença do que já se foi... (Pra quê?).

 

Vivente

Se sua vida vai ser curta ou longa só depende de você. É a qualidade do seu tempo que define isso. Há quem viva poucos anos como se fossem os melhores e aqueles que vivem todos os anos como se fossem os piores. Tamanho é uma medida de sentir.

 

Coerente

Um derrotado inteligente aprende mais do que um vitorioso orgulhoso. É no exercício da humildade que a volta começa. Quem tem medo de tentar fica para sempre no mesmo lugar. E não há garantias se o desacomodar é bento, mas pelo menos há cinquenta por cento de chance de dar certo.

 

Analogicamente

Só é impossível até ser feito. E conforme-se: tem gente que nasceu para ser dia e, portanto, luz. Tem gente que nasceu para ser noite e, portanto, precisa de outros astros para brilhar.

 

Apreciavelmente

Comece bem dando bom dia. Blinde as dores proteja seus afetos das desilusões. Faça contatos que mantenham acesos os idealismos. Ofereça soluções para enfrentar a maratona de relações desérticas. 

 

Avidamente

Um recadinho na rede social, um email são estandartes que demonstram uma lembrança, um pensamento, um compartilhar... São presentes valiosos.

 

Ciente

Seja feito cargas altas. Recarregue certezas nobres. Nutra sentimentos, destrua inseguranças, ofereça paz aos corações.

 

Carecente

É tão bom fazer parte, ser parte, ser a parte que lhe interessa participar. Renove os fôlegos, as paciências para transitar entre tantas diversidades. Seja presença. E que ela simbolize: é baile, é festa, é celebração! 

 

Candidamente

Aquilo que somos e aquilo que queremos ser é uma dádiva, apenas, do Ser Humano. Veja uma árvore, mesmo se quisesse, ela jamais poderia ser um pássaro. Nós, também, temos limitações, mas no viés das características fomos brindados com as oportunidades das lapidações. 

 

Tente

De todos os requintes elogiosos que tantos ostentam, um me ornamenta, confesso: “lúcida”.  A gente tem mesmo que viver assim, como se estivesse para morrer, só que pronta para uma eternidade de ser porque a vida é um presente. E viver de memórias passadas subtrai e criar visões de futuro multiplica. 

 

Combatente

Desejos somente se forem sãos.

Emitir sons puros para ensinar que a verdade vence.

Recomeçar sempre. A gente se habitua a mover. 

Uma alma que se faz forte, acalma.

Aceite o passado indolente, siga em frente...

  • Coluna social
  • Coluna social
  • Coluna social
  • Coluna social
  • Coluna social
  • Coluna social
  • Coluna social
  • Coluna social
Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias