Coluna

Política

Cláudio Humberto

Cláudio Humberto

Cláudio HumbertoCláudio Humberto Rosa e Silva é um jornalista brasileiro, colunista e editor-chefe do Diário do Poder, responsável pela ascensão de Fernando Collor de Mello no cenário político nacional. Sua coluna é reproduzida em jornais de todo o Brasil.

17/10/2019 06h00
Por: Redação

“Não existe perda: nós não tínhamos nada e agora temos”

Senador Omar Aziz (PSD-AM) relator da partilha do leilão da exploração de petróleo

 

Governo pode ressuscitar modelito Marcos Valério

Entidades do setor de publicidade estão preocupadas com o edital de licitação do governo Bolsonaro para contratar agências, cuja minuta foi submetida a consulta pública. Acham a ideia da Secretaria de Comunicação da Presidência (Secom) semelhante ao modelo que fez o tesoureiro do mensalão do PT, Marcos Valério, reinar absoluto: a agência licitada subcontrata serviços (gráfica, produtora, assessoria etc). Valério subcontratava as próprias empresas. Deu no que deu.

 

TCU não permite

Quem fez a minuta inicial da Secom parece ignorar o Tribunal de Contas da União e a lei exigem licitação para cada serviço contratado.

 

Relações privadas

O governo quer reduzir a 3,5% os honorários das agências pagos por emissoras e jornais, que o TCU já reduziu de 20% para 10%.

 

Eficiência pelo ralo

A Secom exigirá apenas três pessoas na equipe de atendimento das contas oficiais. Atualmente, as equipes têm no mínimo 25 profissionais.

 

Consulta democrática

Entidades e pessoas físicas e jurídicas puderam fazer sugestões ao edital da Secom, democraticamente. A consulta acabou na sexta (11).

 

Atravessadores lucram 50% mais que os postos

O sindicato dos postos de combustíveis do Distrito Federal revelou, em nota, que a parcela do lucro das distribuidoras de combustíveis, que atuam como atravessadores no mercado, é 50% maior que todo o lucro percebido pelos donos dos postos. As distribuidoras nada agregam aos combustíveis, produzem notas fiscais. Segundo o sindicato, com o litro a R$4,19, a parcela do “custo” das distribuidoras/atravessadores é de R$0,24 e o correspondente ao lucro do dono do posto é de R$ 0,16.

 

Quem ganha mesmo

A Petrobras, que produz o combustível, é o maior item na composição do preço final. Dos R$4,19, o “custo Petrobras” corresponde a R$1,40.

 

Impostos, impostos

O ICMS, imposto estadual, representa R$ 1,20 no preço da bomba e se soma a impostos federais, que adicionam mais R$ 0,69 ao litro.

 

Etanol na gasolina

Apesar de comprar gasolina, o combustível sofre adição de álcool e cada litro é composto por 730ml de gasolina e 270ml de etanol anidro.

 

Pizzaria Chicana

Foi encerrada após operação de chicana da oposição a reunião da CPI do BNDES da Câmara que votaria o relatório pedindo o indiciamento de Lula, Dilma e outros 72 pela roubalheira ao banco público.

PODER SEM PUDOR

Gargalhando por dentro

Jânio Quadros estava em campanha para presidente, em 1960, e foi a Sete Lagoas (MG) para um comício com Magalhães Pinto, que disputava o governo de Minas contra Tancredo Neves. No comício, os oradores foram recebidos com ovos e vaias. A comitiva seguiu para uma cidade vizinha. No carro, Jânio ficou um tempão esperando que Magalhães Pinto dissesse alguma coisa. Desconfiava que ele estava por trás das vaias e dos ovos. Até que perdeu a paciência com o impassível aliado: “Os mineiros são terríveis. Quando não riem por dentro, riem por fora.”

 

Com André Brito e Tiago Vasconcelos

www.diariodopoder.com.br

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias