Coluna

Política

Cláudio Humberto

Cláudio Humberto

Cláudio HumbertoCláudio Humberto Rosa e Silva é um jornalista brasileiro, colunista e editor-chefe do Diário do Poder, responsável pela ascensão de Fernando Collor de Mello no cenário político nacional. Sua coluna é reproduzida em jornais de todo o Brasil.

21/11/2019 06h00
Por: Redação

“A manipulação do Estado fez a tarifa da conta de luz dobrar”

Deputado Kim Kataguiri sobre a interferência do governo Dilma na conta de luz

 

Armadilha virtual entregaria os acessos de Toffoli

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, recuou da decisão de obter dados sigilosos de quase 600 mil pessoas após ser posto em “saia justa” pelo Banco Central. A Unidade de Inteligência Financeira (UIF), ex-Coaf, enviou a Toffoli ofício onde explica que o acesso a Relatórios de Inteligência Financeira é feito via usuário e senha. O problema é que o BC gravaria quais informações seriam acessadas, segundo especialistas em tecnologia da informação. 

 

Vitória indireta

Com isso, Toffoli confirmou que os órgãos de fiscalização mantiveram controle dos acessos. Ele exigiu esse detalhamento da UIF.

 

Com vazamento não dá

Dias Toffoli levantou o sigilo das decisões liminares de sexta (15) e segunda-feira (18) “diante de vazamentos alhures”, segundo explicou.

 

Nem precisou acessar

O presidente do Supremo “não realizou o cadastro necessário e jamais acessou os relatórios”, atesta o STF. E depois devolveu as informações.

 

Sigilo mantido

Toffoli determinou a devolução de mídias e informações à Receita e BC “com as cautelas devidas” para que o sigilo fosse preservado.

 

Câmara discute projeto que reduz preço do etanol

A Comissão de Minas e Energia da Câmara deve votar nesta quarta (20) o projeto de decreto legislativo que libera a venda direta do etanol aos postos, dispensando atravessadores. O projeto se arrasta há meses em razão do lobby dos distribuidores, que atuam como atravessadores. Esse grupo de faturamento bilionário obteve pareceres contrários à proposta, apesar da redução do preço final do etanol, em benefício do consumidor. Pareceres técnicos do Cade, ANP e Senado defendem a venda direta.

 

Resoluções suspeitas

O projeto anula estranhas resoluções da Agência Nacional do Petróleo (ANP) criando o cartório que beneficia os distribuidores/atravessadores.

 

Cartório criminoso

A resolução da ANP obriga todos os fabricantes de combustíveis, usinas ou refinarias, a entregarem seus produtos aos atravessadores.

 

Livre iniciativa

A venda direta não elimina distribuidoras, só garante a coexistência. Os postos decidirão se compram de produtores ou de atravessadores.

 

Moro na fila do caixa

O ministro Sérgio Moro (Justiça) bem que tenta levar uma vida de cidadão comum. Nesta terça (19), foi a um terminal eletrônico da Caixa, na 107 Sul, em Brasília, e logo foi cercado por uma pequena multidão. Sacou R$300, três notas de R$100. Reagiu ao assédio com simpatia.

 

Golpe adiado

Após muita pressão do jovem, mas vibrante setor de geração de energia fotovoltaica (solar), a Aneel adiou a taxação de 64% para 2020 ao prorrogar até 30/12 o prazo para contribuições à consulta pública.

PODER SEM PUDOR

Cultura política

A ditadura temia o desempenho das oposições nas urnas, nas capitais, por isso só permitiu eleição para prefeito no interior. O deputado Lino Zardo (MDB-RS) fez um discurso virulento, protestando contra a medida: “Eles têm medo porque nas capitais o eleitorado é politizado. O governo deixa que se vote no interior porque falta cultura aos colonos.” O deputado Ariosto Jarger (Arena-RS) pediu um aparte imediatamente: “Qual a sua região eleitoral, nobre deputado?” Zardo esclareceu: “O interior”. Jarger tripudiou: “Vossa Excelência tem toda razão: falta cultura política aos colonos.”

 

Com André Brito e Tiago Vasconcelos

www.diariodopoder.com.br

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários