Eventos

Coluna social

Fabiana Silbor

Fabiana Silbor

Fabiana SilborFabiana Silbor é Professora Universitária, radialista, apresentadora de televisão, jornalista, palestrante, gestora empresarial, articulista e pesquisadora nas áreas de ciências sociais e empresariais. Referência midiática, ela está no Jornal de Uberaba há nove anos, com uma página que promove conteúdo exclusivo, reflexões modernas, complexas e com doses cítricas. Fabiana Silbor foi repórter e apresentadora das Redes Integração, afiliada Globo, e Bandeirantes de Televisão.

24/11/2019 06h00
Por: Redação
Linda Sandra Wazir é destaque na coluna nesse domingo. Merece dias de grandes felicidades. Sempre
Linda Sandra Wazir é destaque na coluna nesse domingo. Merece dias de grandes felicidades. Sempre

Bem vindo.

Bem vinda!

 

Esse é o último domingo de novembro.

Mais uma semana e o mês final de 2019 entra em campo.

Dezembro chega como para você?

 

Se a vida não ficar mais fácil, fique mais leve.

Ora, ora. Chegou o tempo de superar. 

Tudo passa. Seja humilde. Pare de dar birra.

Espernear pela mudança alheia é perda de tempo.

E, o tal do tempo, nó! Vale ouro, mesmo.

Compreenda que a única pessoa que pode mudar é você.

Se assim o quiser. Abençoe esse querer.

E quando doer de novo, assopre o passado.

Que a memória permaneça ocupada com os planos de ser.

O futuro a ti pertence.

Deus anda ocupado demais.

Assuma sua responsabilidade de viver.

Decida fazer melhor e vencer.

 

Tudo pode acontecer: até um milagre!

Sim. De repente o dia amanhece e você acorda, vivo.

Respira! Nossa! Que incrível.

Seu corpo funciona e a cada minuto novas oportunidades.

Você come. Você pensa. Seu coração bate.

E se tudo isso não for um milagre, o que mais seria?

Diante de tantas grandezas, você se atreve a fazer comparações.

Esquece que é único nesse universo e o quanto isso é incrível.

Desperdiça seus gozos com invejas e repressões.

Julga e condena; opina e desdenha. 

Transforma o que poderia ser um dom de fortaleza em maldição.

Mas a incrível força do renascer permite reconsideração.

Você repensa seu papel na multidão.

E eis que surge de novo a maravilha da criação: 

Ser o agente da transformação.

 

A melhor definição de uma pessoa é ver como ela lida com os problemas.

Eta! Discurso é prosódia e nem todos põem em prática a intenção.

E, fica claro diante dos desafios como alguns agigantam e outros não.

Se a situação está tensa, tem gente que é solução.

Mas nem todos tem essa disposição. Alguns pioram a condição.

Se vai de mal a pior, tem quem é embarcação.

Trafega pelas oposições vencendo correnteza e senão.

Mas, naufrágios da emoção imperam nos que se impedem ao bem querer.

A verdade é que anda sobrando solidão e faltando compreensão.

Dia sim, pode ser bom. Dia não, pode ser em vão.

Estamos sem certezas do vencimento, da finalização.

Precisa ser sábio agora, o amanhã nem sempre está à disposição.

 

Se você já foi humilhado, faça sua parte.

Tenha sucesso. Seja rico, mais do que de dinheiro, de dignidade.

Tenha prosperidade. Seja feliz, mais do que de aparência, de verdade.

Tenha compaixão. Seja humano, mais do que um pouco, em tudo.

Tenha capacidade. Seja competente, mais do que no trabalho, na vida.

Tenha atitude. Seja leal, mais do que ao próximo, a você mesmo.

Tenha planos. Seja idealista, mais do que sonhador, capaz de realizar.

Tenha vontade. Seja criador, mais do que personalizado, seja semente e brote.

Tenha alegria. Seja motivador, mais do que na prosa, no exemplo.

Tenha modos. Seja honesto, mais do que na conta, até no discurso.

Tenha valores. Seja milionário, mais do que um acumulador, um construtor.

E, se for para ter medo, que seja de ser pobre de espírito. 

E, se for para desanimar, que seja da tristeza. 

 

Me dá um trocado?

Tem trocado?

Sim. A gente tem.

Tem vivido de muitas esmolas.

Estamos trocando tesouros por ilusões.

Colo, dengo, cafuné, sorrisos, carinhos, um tempo a mais com quem se ama...

Sentar para ouvir, olhar nos olhos, desenhar um poema, abraçar, agradecer...

- Quando é que se marca hora para isso? 

- Tem que ser no momento certo!

Cuidamos primeiro das coisas urgentes e deixamos as importantes para depois.

E como o momento certo é agora perdemos o rastro da felicidade nos ocupando de compromissos estranhos para sobreviver.

E assim, vamos trocando o essencial pela necessidade.

Esquecemos que só temos o hoje.

O amanhã talvez. 

Talvez se compreendêssemos o quanto a vida é breve transformaríamos nossas atitudes. 

 

Então...

Lealdade é tesouro. 

Na vitória, é bom agouro.

Na derrota é ouro.

Quer saber do que alguém é capaz?

Veja onde mora sua paixão.

Esse endereço certo revela a real condição.

Capacidade que se espelha além da razão.

Fica fácil decidir ao lado “ganhar o pão”.

Porque a vida é assim: uns preferem ser canhão, outros gratidão.

Bom domingo! Abraços. 

Fabiana Silbor

 

  • Coluna social
  • Coluna social
  • Coluna social
  • Coluna social
  • Coluna social
  • Coluna social
Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários