Coluna

Política

Cláudio Humberto

Cláudio Humberto

Cláudio HumbertoCláudio Humberto Rosa e Silva é um jornalista brasileiro, colunista e editor-chefe do Diário do Poder, responsável pela ascensão de Fernando Collor de Mello no cenário político nacional. Sua coluna é reproduzida em jornais de todo o Brasil.

28/11/2019 06h00
Por: Redação

“Desta forma o Brasil não avança”

Deputado Marcos Pereira (PRB-SP), 1º-vice da Câmara, critica falta dos parlamentares

 

Reunião mostrou armação para ‘melar’ proposta 

Parlamentares que estiveram na fracassada reunião desta terça-feira (26) na residência oficial do Senado saíram com a certeza de que os presidentes das duas casas não estavam interessados em negociar acordo para votar projetos sobre prisão após segunda instância. O senador Davi Alcolumbre e seu novo ídolo, deputado Rodrigo Maia, mal escondiam o prazer de impor derrota ao ministro Sérgio Moro (Justiça), convidado à reunião apenas para sofrer uma humilhação básica.

 

Que acordo?

Com objetivo de inviabilizar qualquer acordo, Rodrigo Maia condicionou o pacto à aceitação da PEC aprovada na CCJ da Câmara.

 

Velório de um projeto

Para o senador Major Olímpio (PSL-SP), a reunião foi só uma manobra protelatória. “Vejo a tendência de enterrar o projeto do Senado”, disse.

 

Ardil de Alcolumbre

Marcos do Val (Pode-ES) lembra que o projeto do Senado não afeta a PEC da Câmara. Diz que Alcolumbre quis apenas retardar a votação.

 

Apenas encenação

O senador Álvaro Dias (Pode-PR) acusa “cartas marcadas” da reunião, segundo ele, armada no escondidinho das madrugadas de Brasília.

 

Atravessadores apelam para o lobby na Câmara

As distribuidoras de combustíveis representam o que há de mais atrasado no setor, beneficiando-se de cartório comprado no “balcão” da Agência Nacional do Petróleo. Após sucessivas derrotas em todas as instâncias possíveis como o Cade, a Justiça, e até a área técnica da ANP, agora usam de representantes na Câmara para falar em “regras modernas” sem mudar nada e continuar a forçar produtores a vender aos atravessadores e proibir a venda direta a postos de combustíveis.

 

Derrota

Em junho, o Conselho Nacional de Política Energética, formado por ministros, aprovou resolução que permite a venda direta a postos.

 

Venda direta

Ano passado, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) apresentou estudo onde prevê a venda direta de combustíveis.

 

Até a ANP

Em 2018, a própria ANP divulgou nota técnica onde diz “não haver impedimento regulatório” para a venda direta de usinas a postos.

 

Cabulou aula

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, coitado, voltou a dizer que o artigo 5º da Constituição só pode ser alterado por nova Constituinte. Ele nem sabe que o artigo 5º foi alterado em 2004 através de PEC.

 

Militantes da mentira

A malandragem do deputado fujão Jean Wilis fez escola: desconhecida antropóloga da Universidade de Brasília, onde alunos e professores não esquerdistas são hostilizados, disse ao Diário de Notícias, de Lisboa, ter sido “obrigada ao exílio forçado” por “razões de segurança”.

PODER SEM PUDOR

Vingança suprema

O então ministro Alcides Carneiro, paraibano da gema, foi assistir a um filme de suspense. Na saída, quase caiu com o esbarrão de um sujeito apressado para entrar no cinema. O ministro reagiu com bons modos: “Não precisa pressa. A outra sessão ainda não começou.” O sujeito reagiu com grosseria: “E daí? Não lhe perguntei. Não pedi desculpas, nem vou pedir.” Restou a Carneiro reagir à malcriação com a vingança suprema: “Ah, é? Pois então fique sabendo, logo agora, que o criminoso do filme só aparece no último minuto. É o primo do mocinho.” Revelado o enigma do filme, o mal-educado deu meia-volta e foi embora.

Com André Brito e Tiago Vasconcelos

www.diariodopoder.com.br

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários