Prefeitura - Carnaval
Abono

Vereadores autorizam antecipação do abono fardamento para a Guarda Municipal

Do valor total, R$ 2.135,80 serão pagos com antecedência

28/11/2019 06h00
Por: Redação

A Câmara Municipal aprovou ontem Projeto de Lei que autoriza o adiantamento do abono fardamento aos novos integrantes da Guarda Municipal (GM). A instituição do abono já havia sido aprovada em data anterior, através da Lei Municipal número 13.096/2019. 

O abono, no valor de R$ 3.704,56, seria pago em sua totalidade no mês de ingresso, para a aquisição de uniformes/farda, pelos integrantes da GM. O líder do governo, vereador Rubério dos Santos (MDB), explicou que o adiantamento foi pedido para que os novos integrantes da Guarda possam adquirir os uniformes antes da formatura.  

Do valor total, R$ 2.135,80 serão pagos com antecedência, sendo o restante do dinheiro, R$ 1.568,76, disponibilizados no mês de ingresso do servidor. Quanto aos guardas de carreira, que já possuem todos os itens do fardamento, receberão valores destinados a reposição de alguns itens.

O presidente da comissão do concurso da Guarda Municipal de Uberaba, Arnaldo Polati Bisinoto, falou sobre as armas que serão utilizadas pelos guardas municipais. Segundo ele, estão terminando a sindicância social e depois farão um novo exame psicológico. “Eu acredito que até meados de janeiro a Guarda já estará armada”, afirmou.  

Respondendo a um questionamento do presidente Ismar “Marão” (PSD), Polati explicou que os guardas antigos serão obrigados a fazerem o exame psicológico, e caso não sejam aprovados, poderão ser destinados a cargos administrativos.  

O assessor jurídico da Sedest, Edson Eurípedes da Silva, também acompanhou a votação do projeto, que foi aprovado sem nenhum voto contrário.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias