Mosaic
Reforma

Mercadão será restaurado após ter empréstimo de R$ 5 milhões

A Prefeitura vai contratar a operação de crédito junto ao Banco do Brasil

03/12/2019 06h00
Por: Redação

Projeto de Lei, que autoriza a contratação de um empréstimo de R$ 5 milhões para a restauração do Mercado Municipal, foi aprovado na sessão de ontem, na Câmara Municipal, com voto contrário do vereador Thiago Mariscal (MDB). 

A matéria, que havia sido sobrestada em outra oportunidade, foi votada na tarde de hoje diante as presenças dos secretários municipais de Desenvolvimento do Agronegócio (Sagri), Luís Carlos Fernando Saad, e de Governo, Luiz Dutra, do secretário adjunto da Sagri, Carlos Dalberto de Oliveira Júnior, da assessora especial de Captação e Parcerias, Ângela Dib, e do diretor de abastecimento da Sagri, João Carlos Caroni.

O líder do Executivo, Rubério Santos (MDB), explicou que a reforma do Mercado Municipal visa proporcionar melhores condições de acesso e uso para a população de Uberaba, bem como, para os turistas. 

Justificativa apresentada no projeto destaca que a capacidade financeira do município não é suficiente para atender toda a demanda da sociedade. “A arrecadação é suficiente para a prestação dos serviços básicos para a população, como educação, saúde, segurança pública, portanto, faz-se necessário o aporte de recurso oriundos de operações de crédito - a partir de múltiplas fontes, como recursos federais, parcerias público-privadas ou organismos internacionais - com vistas a fazer frente aos investimentos.” Duas emendas foram acostadas à proposta, e aprovadas durante a primeira análise do projeto no plenário [27 de novembro]. 

A Prefeitura vai contratar a operação de crédito junto ao Banco do Brasil, “até o valor limite de R$ 5 milhões, a serem aplicados na reforma do Mercado, com prazo total previsto de 96 meses, e carência de 12 meses iniciais”. O secretário adjunto, Carlos Dalberto, explica que a obra poderá ter o investimento de até R$ 5 milhões, mas não necessariamente, sendo que um levantamento inicial prevê um gasto de aproximadamente R$ 3,6 milhões. O projeto da obra foi doado à Prefeitura pelo engenheiro e arquiteto Demilton Facuri Dib.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias