PMU
Cláudio Humberto

Cláudio Humberto

Cláudio Humberto

Cláudio Humberto

Cláudio HumbertoCláudio Humberto Rosa e Silva é um jornalista brasileiro, colunista e editor-chefe do Diário do Poder, responsável pela ascensão de Fernando Collor de Mello no cenário político nacional. Sua coluna é reproduzida em jornais de todo o Brasil.

08/08/2019 06h00
Por: Redação

“Será que esse tempo todo justifica?”

Jair Bolsonaro desconfiando que a Anvisa cria dificuldade para vender facilidades

 

Investigado acordo suspeito sobre desaparecidos 

O governo Bolsonaro descobriu um certo “acordo de cooperação” – em inglês – pelo qual a Comissão Especial Sobre Mortos e Desaparecidos Políticos (CEMDP) transferiu para um organismo internacional a responsabilidade de fazer a perícia das ossadas do Cemitério de Perus. O “acordo”, firmado durante o governo Michel Temer, custou ao Brasil US$522.622, equivalentes a mais de R$2 milhões. O governo decidiu investigar se alguém locupletou-se do acordo infame.

 

PF faria de graça

O detalhe é que a perícia da Polícia Federal dispõe de know-how e de todo o aparto tecnológico para fazer o serviço, mas a CEMDP não quis.

 

Transição para quê?

Esse “acordo” com o PNUD, que driblou a licitação, ocorreu no âmbito do programa “Fortalecimento dos mecanismos da justiça de transição”.

 

Elas assinaram

Assinaram o “acordo” a presidente da CEMDP Eugênia Gonzaga, Flávia Piovesan, ex-ministra dos Direitos Humanos no governo Temer.

 

Sob investigação

A CEMDP foi criada com o objetivo de garantir indenização às famílias de vítimas da repressão. Mas vários dos seus atos serão investigados.

 

DF arrecada R$31,2 bi e gasta R$28,1 bi com folha

A situação dramática do governo do Distrito Federal pode ser avaliada pelos valores gastos com salários dos servidores. Os números são oficiais: de toda a receita de R$31,2 bilhões em 2019, exatos R$28,1 bilhões acabarão no bolso dos funcionários ativos e inativos. Assim, para cada 1 real arrecadado no DF, 82 centavos são consumidos com os servidores mais bem pagos dentre todas as unidades da Federação. Com isso, sobra quase nada para investimento e despesas de custeio.

 

SOS educação

Na Secretaria da Educação do DF, a folha consome mais de R$8 bi do orçamento de R$9 bi. E todo ano tem greve, que já chegou a 2 meses. 

 

Fundo salvador

O governo do DF somente consegue honrar os salários graças às transferências obrigatórias da União, dentro do Fundo Constitucional.

 

Privilégio do DF

O Fundo Constitucional, que nenhum outro Estado tem, garantirá ao DF R$14 bilhões em 2019. É metade das despesas com salários.

 

Votação ainda em 2019

O deputado João Roma (PRB-BA), relator da reforma tributária na CCJ, é um otimista: aposta que o plenário da Câmara votará o projeto final ainda este ano. Ele acha que, ao contrário da reforma da previdência, as discussões na reforma tributária serão mais técnicas que políticas.

 

Chumbo trocado

Ao assinar MP desobrigando grandes empresas de publicar balanços em jornal de grande circulação, Bolsonaro levou terror a grupos de jornalistas no whatsapp. É que muitos jornais sobrevivem dessa renda.

 

Poliglota para que te quero

Tancredo Neves se preparava para disputar a Presidência da República, no Colégio Eleitoral, quando o deputado Milton Reis (MG) o procurou para pedir a nomeação de um jovem talentoso para o comitê. “Ele é muito preparado, esforçado, conhece bem a política...” dizia, enquanto Tancredo mordia a ponta da gravata. “Vai ajudar muito, fala sete línguas!”.

“Sobre o quê?”, interrompeu Tancredo, soltando a gravata da boca.

O deputado não entendeu a pergunta e o candidato explicou: “Tem um porteiro lá do Hotel Normandy que fala muito bem onze línguas. Mas só sabe falar sobre hospedagem...”

 

Com André Brito e Tiago Vasconcelos

www.diariodopoder.com.br

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias