PMU
Mulher é encontrada

Mulher é encontrada morta nua e amarrada em residência

Juliano Carlos

08/08/2019 06h00
Por: Redação
Crime foi registrado na tarde de ontem no São Benedito: Corpo da vítima foi encontrado sobre a cama (Detalhe)
Crime foi registrado na tarde de ontem no São Benedito: Corpo da vítima foi encontrado sobre a cama (Detalhe)

Polícia Civil investiga mais um homicídio em Uberaba, onde corpo de uma mulher foi encontrado em avançado estado de decomposição em uma residência.  A perícia constatou sinais de violência, já que a vítima estava com as mãos amarradas para trás e um cabo de fio enrolado no pescoço.

O crime foi registrado pela Polícia Militar em uma residência na avenida Alberto Martins Fontoura Borges, no bairro São Benedito.

Segundo informações dos militares da 212ª Companhia, o Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) recebeu ligações de moradores (via 190), que relataram sobre o mau cheiro que saia de uma residência na via. Os policiais foram ao local que estava trancado. Eles entraram em contato com o proprietário do imóvel, que abriu a residência, e quando entraram encontraram o corpo de uma mulher sobre a cama, que estava nua em avançado estado de decomposição. O local foi isolado pelos policiais militares e o perito criminal João Tomizo Cardoso Sudo, da perícia técnica da Polícia Civil, compareceu na casa para realizar os trabalhos técnicos. O perito constatou que a mulher, que tinha duas tatuagens no antebraço direito com os nomes “Lohana e Lucas”, estava com as mãos amarradas para trás e com fio elétrico amarrado no pescoço, concretizando os sinais de violência e índices de homicídio. O perito ainda constatou que a mulher foi morta entre quatro e cinco dias e já estava em estado de putrefação. O corpo da vítima, que estava nu, foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) em Uberaba, onde passou por necropsia e aguarda reconhecimento de familiares.

Ainda segundo informações da Polícia Militar, os policiais apuraram que o imóvel era alugado e que residia no local uma mulher e um homem.  O morador suspeito ainda não foi encontrado pelos policiais para esclarecer sobre o paradeiro da mãe e da namorada dele, que eram vistas frequentemente no imóvel. O caso está sendo investigado por policiais civis da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias