Prefeitura- coronavírus
Mosaic
Coluna

Mulherio

Juba Maria

Juba Maria

Juba MariaJornalista formada pela UFRJ, mãe e poeta, trabalha como Assessora de Comunicação da Infraero. É uma das coordenadoras do projeto AMAi e dá palestras sobre Comunicação Não-Violenta.

05/01/2020 06h00
Por: Redação

A coluna de hoje foi escrita a quatro mãos por mim e a psicóloga Alessandra Carvalho Abrahão Sallum, especializada em psicoterapia psicanalítica, neuropsicologia e sexualidade humana.

Alessandra traz uma importante notícia: a campanha Janeiro Branco será realizada em Uberaba entre os dias 16 e 25 desse mês.

Serão um conjunto de eventos gratuitos e abertos ao público, fruto do empenho de vários profissionais de nossa cidade, oferecendo plantões psicológicos, palestras e oficinas variadas.

Isso mesmo! E será a primeira vez que a campanha será realizada no formato de um fórum de debates. E o assunto parece nunca ter sido tão pertinente.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde relativos a 2018  a depressão é a principal causadora de incapacidade em todo o mundo, contribuindo para a carga global de doenças.

Estima-se que mais de 300 milhões de pessoas sofram com este transtorno mundialmente, afetando mais as mulheres e, em casos mais graves, podendo levar ao suicídio.

Todos os anos, cerca de 800 mil pessoas tiram a própria vida, sendo esta a principal causa de morte de indivíduos com idade entre 15 e 29 anos. Apesar de existirem tratamentos psicológicos e medicamentosos eficazes, menos da metade de todas as pessoas afetadas no mundo recebem ajuda adequada.

 

E as mulheres? 

Uma a cada três mulheres ao redor do mundo sofreu violência física ou sexual por parte do parceiro ou de terceiros durante a vida. A violência contra as mulheres é grave problema de saúde publica e de violação dos direitos humanos. Ela afeta negativamente a saúde física, mental, sexual e reprodutiva das mulheres, além de aumentar a vulnerabilidade ao HIV e outras doenças.

Atualmente, Alessandra, que desde 2016 oferece plantões gratuitos em seu consultório durante o mês de janeiro, reúne mais de 80 pessoas engajadas em concretizar esse evento.

O 1º Fórum Janeiro Branco de Uberaba conta ainda com a co-coordenação da advogada Tricia Beatriz Roza, presidente da Comissão de Direitos Humanos da 14ª. Subseção da OAB Uberaba, e tem o apoio logístico do CESUBE, Fundação Cultural de Uberaba e diversos consultórios psicólogicos.

Todas as palestras, rodas de conversa e oficinas terão como pano de fundo o tema da saúde mental, abordado de diversos ângulos. Entre os temas estão os desafios da família moderna, desde o relacionamento, a sexualidade, passando pela gestação e chegando à parentalidade, a vivência do luto, as emoções dos adolescentes, a saúde dos cuidadores e dos profissionais de saúde, além de oficina de mandalas e uma roda de conversa para debater o filme “Coringa”, dentre outros. 

E o melhor de tudo: o evento terá plantões psicológicos, oportunidade para tirar dúvidas pontuais com profissionais qualificados. Para as mulheres, um plantão especial, em grupo, no dia 18 de janeiro às 9 da manhã, na Clínica Psicociente. 

O evento é gratuito e aberto à comunidade, mas a entrada é limitada à lotação dos espaços. Por isso vale a pena chegar 30 minutos antes para efetuar a inscrição.

 

Cartas - Recebo cartas de mulheres em situação de violência. Envie sua história. Unidas somos mais fortes.

[email protected]

Informações no Instagram ou Facebook @janeirobrancouberaba, telefone (34) 3312 9247 ou Whatsapp (34) 99638 9639.