Banner prefeitura Covid
Coluna

Lawrence Borges

Bastidores

16/01/2020 06h00
Por: Redação
Secretário de Administração Rodrigo Vieira (PSD) inaugura hoje o Centro de Distribuição de Uberaba - Foto: Arquivo/JU
Secretário de Administração Rodrigo Vieira (PSD) inaugura hoje o Centro de Distribuição de Uberaba - Foto: Arquivo/JU

CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO

Agregando modernidade e eficiência, a Prefeitura de Uberaba, através da Secretaria de Administração, inaugura hoje o Centro de Distribuição de Uberaba (CDU), local que funcionará como um grande almoxarifado central, totalmente informatizado. No espaço serão armazenados todos os materiais comprados pela prefeitura por meio das secretarias municipais, minimizando despesas e melhorando a gestão logística.

 

ECONOMIA

O secretário de Administração Rodrigo Vieira, em conversa com a coluna BASTIDORES, informou que a economia direta com a redução de aluguéis pagos pela administração municipal é superior a R$ 10.000 mensais, e os indiretos vão ser superiores a R$ 30.000 mensais com a economia com combustíveis, veículos, além de melhorar a gestão.

 

PRÉ-CANDIDATO

O jornalista Tulio Micheli anunciou sua candidatura a vereador nas próximas eleições, atendendo ao apelo de seus seguidores, mas não informou o partido escolhido para filiar. E que está conversando com as lideranças políticas da cidade.

 

NOVO

O ex-vereador Afrânio Lara Resende, em conversa com a coluna BASTIDORES afirmou que efetuou sua filiação no partido Novo, sendo um dos postulantes a vereador pelo partido.

 

CERVEJARIA BACKER

Multiplicando os casos da síndrome nefroneural em Minas Gerais, depois de Belo Horizonte, Divinópolis e Itaúna, já identificaram casos de pessoas com suspeita de ingestão da cerveja.

 

PROCON EM AÇÃO

O chefe de fiscalização do Procon, Anderson Félix, e sua equipe realizou inspeção em vários estabelecimentos comerciais. Além de verificar os lotes da cerveja Belorizontina, realizou orientação para suspenderem as vendas de todos os produtos produzidos pela cervejaria Backer.

 

SUGESTÃO DE LEITOR

Leitores da coluna BASTIDORES sugeriram que a Secretaria de Saúde monitore eventuais casos da doença em Uberaba, além de realizar inspeção sanitárias nas inúmeras cervejarias artesanais da cidade.

 

SAINDO DA TOCA

O apresentador de TV e potencial candidato à Presidência em 2022 Luciano Huck afirmou que o Brasil precisa “restaurar” e “renovar” suas lideranças políticas do “topo para a base”, em artigo publicado no site do Fórum Econômico Mundial nesta quarta-feira (15). 

 

VOLTOU ATRÁS

O presidente Jair Bolsonaro disse, nesta quarta-feira (15), que resolveu suspender a negociação para conceder subsídios a contas de energia de templos religiosos. De acordo com o presidente, a decisão tem como lastro o Ministério da Economia, comandado pelo ministro Paulo Guedes, que tem como regra pôr fim à política de subsídios.

 

SEM 13º SALÁRIO

Algumas categorias de servidores estaduais ameaçam paralisar suas atividades em decorrência do não recebimento do 13º de 2019. O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), utilizou as redes sociais para pedir tolerância a parte dos servidores públicos que ainda não receberam o 13º salário de 2019. 

 

AJUDA AOS MUNICÍPIOS

O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) abriu uma linha de crédito especial para ajudar municípios em situação de emergência ou calamidade pública. O objetivo é financiar projetos para retomar com agilidade as atividades econômicas em localidades afetadas por chuvas, temporais, enchentes, eventos geológicos ou biológicos. Com a opção, as prefeituras têm a possibilidade de obter financiamento para reparos dos danos sofridos em até metade do tempo do trâmite normal. 

 

BOLSONARISTAS SEM APOIO

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira (15), que não vai se “meter” nas eleições municipais de 2020 caso não haja candidatos do Aliança Pelo Brasil, partido que ele deseja tirar do papel a tempo do pleito. “Se meu partido não tiver candidato, não vou me meter em política municipal no corrente ano, ponto final”, disse Bolsonaro em frente ao Palácio da Alvorada.

 

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL

O Ministério Público de Contas, que atua perante o Tribunal de Contas da União, vai pedir à corte que obrigue a Secom (Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República) a distribuir as verbas de publicidade do governo federal com base em critérios técnicos.

 

MOTIVO

Ela é motivada por reportagem da Folha de S.Paulo, publicada nesta quarta (15), mostrando que o chefe da Secom, Fabio Wajngarten, recebe, por meio de uma empresa da qual é dono, dinheiro de emissoras de TV e agências de publicidade contratadas pela própria secretaria, ministérios e estatais do Executivo.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários