Prefeitura - Carnaval
Coluna

Lawrence Borges

Bastidores

Bastidores

BastidoresBastidores por Lawrence Borges

18/01/2020 06h00
Por: Redação
O deputado federal Franco Cartafina com os vereadores Cleomar Marcos de Oliveira (Barbeirinho) e Elias Divino - Foto: Divulgação
O deputado federal Franco Cartafina com os vereadores Cleomar Marcos de Oliveira (Barbeirinho) e Elias Divino - Foto: Divulgação

PODEMOS OU PROGRESSISTAS

É fato que o deputado federal Franco Cartafina (PP) está montando a chapa de vereadores no Progressista e no Podemos, tentando dividir por equidade os pré-candidatos, tudo indica que Cleomar Barberinho ficará no Progressistas (PP) e Elias Divino no Podemos.

 

MULHERES

Segundo pré-candidata convida para participar do grupo de Franco Cartafina, existe ausência do número mínimo de mulheres nos partidos (PP e Podemos) e que os partidos irão destinar recursos para os candidatos especialmente para as mulheres. 

 

OPÇÃO

Ainda, segundo candidata em conversa com o assessor do deputado, os candidatos poderão ser aglutinados todos no PP, caso não seja viabilizado a cota de gênero necessário.

 

COMEÇANDO DO ZERO

Tudo que foi conversado em 2019 não está valendo, ninguém fechou com ninguém, todos os pré-candidatos estão conversando com todos, filiados do Novo conversam com o PSDB, filiados do PSDB estão negociando com o MDB, saindo do DEM e indo para o PDT. Sem falar nos candidatos surpresas que vão aparecer no jogo.

 

JANEIRO BRANCO

As ações durante o Janeiro Branco, campanha totalmente dedicada a colocar os temas da Saúde Mental em máxima evidência, prosseguem em Uberaba. Neste domingo (19), a Círculo, Unidade de Atendimento Psicossocial, promove a 1ª Caminhada pela Saúde Mental. O início da caminhada está marcado para as 9h, na Praça Pôr do Sol.

 

CERVEJA

Na tentativa de evitar que eventuais prejuízos financeiros da Backer, em razão dos casos de intoxicação, respinguem em outras empresas do setor, como já anunciado pela coluna BASTIDORES, o Sindicato de Cerveja e Bebidas em Geral do Estado de Minas Gerais (Sindbebidas) divulgou, nesta sexta-feira (17), uma lista com 75 fabricantes mineiras que não utilizam monoetilenoglicol ou dietilenoglicol no processo de resfriamento dos produtos. O objetivo é tranquilizar o mercado consumidor quanto às bebidas produzidas artesanalmente no Estado. 

 

SECRETARIA DE SAÚDE

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde, 14 pessoas estão internadas em estado grave com suspeita de intoxicação por dietilenoglicol, possivelmente provocado por consumo de Belorizontina. Uma morte foi confirmada por exame clínico e outras três são investigadas.

 

2ª MAIOR ARRECADAÇÃO

O governador Romeu Zema herdou um estado falido, sem dinheiro para quitar o 13º salário do funcionalismo. Entretanto, a receita de arrecadação subiu acima da média nacional, publicando mensagem de reconhecimento ao esforço dos servidores da Fazenda.

 

MAIS UMA VIAGEM

Segundo o Ministério das Relações Exteriores, a viagem do presidente Jair Bolsonaro a Nova Delhi, na Índia, para uma visita de Estado, entre os dias 24 e 27 de janeiro, deve ter como destaque a assinatura de 10 a 12 acordos ligados ao comércio e a investimentos.

 

DISCURSO INFELIZ

O presidente Jair Bolsonaro demitiu o secretário de Cultura Roberto Alvim nesta sexta-feira. Pelas redes sociais, Bolsonaro declarou que o pronunciamento de Alvim foi infeliz, tornando insustentável sua permanência de Alvim.

 

MOTIVO

A publicação de um vídeo publicado no perfil oficial da Secretaria de Cultura, no Twitter, pelo secretário executivo Roberto Alvim, na noite de quinta-feira, usando trechos de uma fala de Joseph Goebbels, ministro da propaganda de Adolf Hitler, viralizaram e os internautas perceberam, também, que a música de fundo era a ópera Lohengrin, de Richard Wagner, obra considerada pelo próprio Hitler como decisiva em sua vida.

 

CONVIDADA

Segundo a colunista Monica Bergamo, da Folha de S. Paulo, o presidente Jair Bolsonaro convidou a atriz Regina Duarte para assumir a chefia da Secretaria Nacional de Cultura, vaga que era ocupada por Roberto Alvim. Regina Duarte apoiou publicamente a candidatura de Bolsonaro em 2018.

 

MOTIVO PARA DEMISSÃO

A coluna BASTIDORES analisou todos os casos de demissão do governo Bolsonaro e constatou que os motivos para ser demitido são trabalhar para o PT ou discutir com os filhos. As pessoas acusadas de corrupção permanecem nos cargos, Bolsonaro é tolerante com os corruptos.

 

SEM HADDAD

O ex-presidente Lula quer evitar as prévias para a escolha do candidato do PT à Prefeitura de São Paulo. Fernando Haddad, o preferido do PT, foi descartado pelo próprio Lula. Haddad se recusa a encarar uma nova candidatura municipal. O ex-presidente quer uma “novidade”.

 

NEGADO

O corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, negou o pedido formulado por PT, PC do B, PDT, PSOL e PSB para barrar a atuação de cartórios no recolhimento de assinaturas para a criação do Aliança pelo Brasil, partido lançado pelo presidente Jair Bolsonaro.