Prefeitura - Carnaval
Polícia

Funcionário da Codau é preso acusado de furtar hidrômetros e lacres da própria autarquia

O flagrante aconteceu após denúncia realizada pelo próprio presidente da instituição

23/01/2020 06h00
Por: Redação
A denúncia foi feita pelo presidente da Codau, que pediu ajuda dos investigadores da Polícia Civil - Foto: Arquivo
A denúncia foi feita pelo presidente da Codau, que pediu ajuda dos investigadores da Polícia Civil - Foto: Arquivo

 

Maria das Graças Salvador

A Polícia Civil prendeu na noite de terça-feira (21), em Uberaba, homem de 41 anos, acusado de cometer furtos de hidrômetros, lacres e outros materiais hidráulicos da Companhia Operacional de Desenvolvimento, Saneamento e Ações Urbanas (Codau).  O acusado era funcionário da autarquia e já havia realizado outros furtos em outras ocasiões.

O flagrante aconteceu após denúncia realizada pelo próprio presidente da Codau, Luiz Guaritá Neto, que também havia recebido denúncia anônima, e solicitou apoio e investigação por parte da Polícia Civil.

O acusado foi preso em flagrante na avenida Orlando Rodrigues da Cunha, enquanto seguia na garupa de uma motocicleta. Com ele, os investigadores localizaram três hidrômetros e um cavalete de água.

Os investigadores foram até a casa do acusado e lá encontraram mais dois hidrômetros, 110 lacres de proteção e várias peças hidráulicas como cotovelos e conectores.

O acusado foi encaminhado para Unidade de Pronto Atendimento e, posteriormente, para a Delegacia de Plantão, onde permanece à disposição da autoridade policial.

Em nota a Codau informa que acionou a Polícia Civil para investigar um possível furto de lacres e hidrômetros praticado por um servidor, mediante denúncia anônima feita na sede da Companhia. “O fato foi relatado nesta semana à Polícia pela própria diretoria da Companhia, que pediu apuração do possível crime.” 

Ainda segundo a nota, “na noite desta terça-feira (21), ação da Polícia Civil resultou na prisão em flagrante do servidor denunciado. Foram encontrados com ele cinco hidrômetros, mais de 100 lacres e outros materiais de propriedade da Codau. Ainda na noite de ontem [terça-feira], o engenheiro chefe de plantão da Companhia compareceu à Delegacia para fazer o reconhecimento do material, que permanece à disposição das autoridades para procedimento de perícia”, diz a nota.

Ainda segundo a Codau, o servidor entrou no último concurso realizado e ainda encontra-se em período de estágio probatório. “O servidor vai responder a processo administrativo disciplinar e será penalizado conforme apuração dos fatos. A diretoria da Codau agradece a toda equipe da Polícia Civil pela agilidade na apuração e esclarecimento dos fatos”, encerra a nota da Codau.

 

Outro – Este não é o primeiro caso de furto envolvendo servidor da Codau. No início deste mês, um servidor da autarquia, de 42 anos, foi preso por furtar torneiras de imóveis. Ele cometia o crime depois de pegar chaves com a imobiliária para fazer visitas fingindo interesse em alugar a propriedade.

Segundo a Polícia Militar, ele foi inicialmente em uma imobiliária pegar a chave de um imóvel com a suposta intenção de alugar. Depois, sem levantar suspeitas, solicitou chaves de outros três locais na mesma locadora.

Desconfiados, os funcionários chamaram a polícia e foram até um dos imóveis. Ao chegarem, encontraram o local trancado e perceberam que saía muita água de dentro da residência e constataram que o vazamento vinha de onde havia sido retiradas as torneiras.

Os proprietários dos imóveis deram queixa das peças furtadas e os funcionários da imobiliária denunciaram os crimes para a Polícia Militar.

Na época, a direção da a Codau informou que o servidor estava em dia de folga e que não iria comentar assuntos particulares de seus servidores, mas que o ocorrido seria objeto de processo administrativo no âmbito interno.