Economia

Coluna do Kadu

Advogado e Consultor Tributário

25/01/2020 06h00
Por: Redação

MUDANÇA DE MATRIZ ENERGÉTICA: URGENTE

Dentro das atuais perspectivas possíveis, denota-se claramente que a melhor substituição da atual matriz energética, baseada em combustíveis fósseis, no que tange aos veículos automotores é a dos veículos híbridos (aqueles que utilizam motores à combustão e elétrico), ao invés dos 100% elétricos. Este fato se deve não apenas a geração de resíduos dos veículos em si, mas também aos produzidos durante a produção (fabricação e montagem dos veículos), bem como no momento que estes veículos se tornam obsoletos e devem ser descartados ou suas “gigantescas” baterias, devam ser substituídas, pois é cediço que nos componentes utilizados destas, temos uma grande quantidade de metais pesados que são altamente poluentes.

 

RESUMINDO:

Ao se entregar ao consumo um carro 100 % elétrico, este é “EXCELENTE” e não poluidor, todavia para se produzir este veículo a contaminação do meio ambiente foi excessiva, da mesma forma que no descarte do mesmo, a poluição será gigantesca, ao ponto de países mais evoluídos tecnologicamente estão desenhando estratégias para absorverem da forma menos impactante os resíduos que estas baterias e estruturas contaminadas por metais pesados serão descartadas. Todavia, já foi constatado que isso deve gerar custos extremamente elevados para os Estados.

 

O BRASIL SERÁ A BOLA DA VEZ

Nos dias atuais, o Brasil é um dos maiores produtores de combustível com base em produção agrícola, o Etanol (da Cana de Açúcar), e devemos lembrar que isso tudo aconteceu por consequência dos governantes MILITARES em 14 de novembro de 1975 quando lançaram o Pro Álcool, agora é o momento de se revitalizar este projeto e conceder benefícios/incentivos fiscais para que os responsáveis, tanto pela produção, como pelos processos de industrialização para que invistam em um significante aumento de produção, bem como melhoria e aperfeiçoamento nos processos produtivos, no sentido de se ter uma maior agilidade nas mesmas.

 

E O CARRO ELÉTRICO

Ele poderá, ou melhor deverá existir, mas ao que tudo indica, não será o Ator Principal deste novo cenário, mas um coadjuvante, com uma participação significante em um primeiro momento, mas que irá perder gradativamente a sua importância ao longo da próxima década.

 

POR ISSO A NECESSIDADE DE INVESTIMENTO EM TECNOLOGIA!

Devido a todo este cenário que se desenha é que o Brasil deve emergencialmente buscar investimentos em tecnologias de ponta, bem como a qualificação de mão de obra. Isto posto, insistimos na tese de que a qualificação é imprescindível para quem quiser se manter ou ser inserido neste novo mercado de trabalho. Cursos Superiores de Qualidade a preços razoáveis são oferecidos por Instituições de Ensino Superior, a exemplo em nossa cidade do CESUBE – Centro de Ensino Superior de Uberaba que atende não só a cidade de Uberaba, como também a nossa região com excelência e notas muito boas pelo órgão de regulação (MEC – Ministério de Educação). Ainda está em tempo de procurar por um de seus cursos antes que o ano letivo tenha início. Uma das novas opções que o mercado tem buscado é o especialista em compliance e para se habilitar o mínimo esperado é que seja Bacharel em Direito. Ressaltando que o melhor Curso de Direito oferecido em nossa região é o do CESUBE, que conta com uma Matriz Pedagógica totalmente inovadora, já pensando nestes novos mercados de trabalho.

 

Prof. Dr. Carlos Eduardo do Nascimento

Advogado e Consultor Tributário - Doutor em Direito Político e Econômico pela Universidade Presbiteriana Mackenzie - Secretário Adjunto de Administração da Prefeitura Municipal de Uberaba - Membro da Comissão de Educação Jurídica da OAB/MG

Membro da Comissão Permanente de Estudos de Direito da Concorrência e Regulação Econômica da OAB/MG - Avaliador de Cursos do INEP/MEC - Coordenador Pedagógico - Soluções Educacionais VLEX