Banner prefeitura Covid
Projeto

Projeto “Uberabinha, Meu Amigo” realiza oficinas com alunos da rede pública

Projeto “Uberabinha, Meu Amigo” realiza oficinas com alunos da rede pública

10/08/2019 06h00
Por: Redação

Após avançar em suas pesquisas na Bacia do Rio Uberabinha, a Associação para a Gestão Socioambiental do Triângulo Mineiro (Angá), com sede em Uberlândia, Minas Gerais, dará início às oficinas do projeto “Uberabinha, Meu Amigo”, com alunos e professores de escolas selecionadas da rede pública e privadas. As oficinas, que têm início hoje, às 12h30, nas instalações da UFTM, em Uberaba, terão duas turmas de alunos: uma de estudantes de 13 a 16 anos, e outra de professores do ensino básico. Da rede, participarão jovens de duas escolas municipais: Maria Lourencina Palmério e Professora Stella Chaves.

Parceria firmada entre a Angá, a Secretaria de Educação de Uberaba (Semed) e a Universidade Federal do Triângulo Mineiro propiciaram as oficinas que começam neste sábado nas instalações da UFTM. Alunos e professores terão aulas distintas. Aos jovens, uma equipe de comunicação com duas cineastas, um biólogo e uma jornalista/geógrafa combinarão o conhecimento científico sobre a Bacia do Rio Uberabinha e as técnicas do audiovisual para estimular a produção de vídeos sobre o meio ambiente.

“Nas oficinas preparadas para os adolescentes, a comunicação e a educação ambiental estarão juntas e escolhemos abordar as técnicas usadas na produção de documentários, e o aparelho celular como suporte, a fim de usar uma mídia que eles conhecem e utilizam, diariamente, talvez sem refletir muito sobre o papel que ela tem em suas vidas”, explica a gestora de comunicação da Angá, a jornalista e geógrafa Betânia Côrtes. “Nossa intenção é estimular o aluno a pensar refletidamente sobre o uso dessa e outras mídias; que ele seja um observador atento dos acontecimentos ao mundo à sua volta. E para que exercer esse papel, é preciso que ele se desloque para uma posição de observação”.

Miriã Barbosa, chefe do Ensino Fundamental da Semed, afirma que a proposta atende bem aos critérios da rede municipal, aliando o pedagógico a um assunto como o meio ambiente. “A dinâmica de produção audiovisual é fascinante também para os adolescentes e compõem o uso das tecnologias, a criticidade e outras ferramentas para o desenvolvimento do conhecimento”, completa. Para ela, a formação de professores também é um diferencial.

 

Comunidade escolar - Para o biólogo Gustavo Malacco, aos professores do ensino fundamental e técnicos da UFTM, a proposta é propiciar que profissionais da pesquisa e profissionais que escolheram o ensino durante a sua formação acadêmica troquem experiências. Apesar de ter as suas principais nascentes localizadas em Uberaba, onde gera riquezas para o município, o Uberabinha não é muito conhecido pela população local, ao contrário do Rio Uberaba, que é fonte de abastecimento público de água. Apresentar aos jovens e professores a importância econômica e ambiental da Bacia do Uberabinha é torná-los mais próximos de um patrimônio que precisa ser protegido.

 

Próximos encontros - Já estão agendadas oficinas, em Uberaba, nos dias 10, 24 e 31 de agosto, com as escolas municipais Professora Stella Chaves e Lourencina Palmério e a Universidade Federal do Triângulo Mineiro – UFTM. Outras duas datas serão, ainda, definidas, além de uma Mostra de Resultados para a comunidade. Entre os oficineiros, estão cinco biólogos, dois geógrafos e duas cineastas.

 

Confira a programação da primeira oficina

Primeiro encontro: 10 de agosto - das 12h30 às 17h30.

12h30 às 13h - Apresentação da proposta das oficinas a alunos e professores - Betânia Côrtes (gestora de comunicação da Angá).

Apresentação dos oficineiros presentes e dos professores e estudantes - das 13h às 13h30. 

Palestra Iara Magalhães - cineasta - das 13h30 às 14h.

Café - das 14h às 14h30.

Oficina - Professores - das 14h30 às 17h30.

Palestra com Gustavo Malacco, das 14h30 às 17h30, com a intervenção dos alunos.

Oficina - Estudantes - das 14h30 às 17h30.

Coordenação Nara Sbreebow - cineasta.

Coordenação Iara Magalhães - cineasta.

Palestra Eurípedes Luciano - biólogo.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários