Procons

Encerrado o fórum dos Procons Mineiros

Encerrado o fórum dos Procons Mineiros

10/08/2019 06h00
Por: Redação

Uberaba foi palco do 42° Fórum dos Procons Mineiros, no Memorial Chico Xavier. Encerrado ontem, o evento reuniu desde quarta-feira (7), representantes da defesa do consumidor e parlamentares, discutindo sobre “Políticas públicas de defesa do consumidor e Procon Regional”. 

O presidente da Fundação Procon Uberaba avalia que após esses três dias de evento o saldo é positivo. “O evento foi histórico para Uberaba e nos deu a oportunidade de mostrar aos nossos visitantes não apenas a nossa batalha constante pelos consumidores e pela implementação de sua cidadania, mas também um pouco daquilo que nossa cidade tem de melhor: sua fama acolhedora e a luta incansável pelos objetivos” declara Marcelo Venturoso.

O presidente do Fórum dos Procons Mineiros, Eduardo Schroder, foi o primeiro debatedor do último dia. Ele abordou a evolução do Código de Defesa do Consumidor que põe em pauta os valores e princípios do consumidor vulnerável nesses últimos anos. “O papel do Procon é responder aos anseios da população, atendendo suas necessidades, como dignidade, saúde, financeira, entre outros. O reconhecimento dessa vulnerabilidade classifica a evolução do CDC {Código de Defesa do Consumidor}”, afirmou.

Da banca de debatedores, participaram também, o assessor da Comissão de Direito do Consumidor de Câmara dos Deputados, Rodrigo Mateus e o Promotor de Justiça e Coordenador do Procon - MG, Amauri Artimos. O deputado federal, Franco Cartafina, que integra a Comissão de Direito do Consumidor na Câmara dos Deputados, falou do orgulho em participar de uma comissão que prioriza o consumidor e da importância do Procon Uberaba como referência pelo trabalho realizado.

Durante três dias, cerca de 150 pessoas participaram do evento, que contou com cinco painéis e 19 representantes de órgãos municipais, estaduais e federais de Justiça e defesa do consumidor, universidades e parlamentares da região, discutindo as principais problemáticas das relações de consumo.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias