https://api.clevernt.com/2b23cbfb-d6be-11ec-a592-cabfa2a5a2de/
Sexta, 01 de Março de 2024 04:32
(34) 3334 4433
Nacional Reforma

Bolsonaro pede ao Congresso votação da reforma tributária e de BC independente

O documento entregue ao Congresso tem 150 páginas

05/02/2020 06h00
Por: Redação

O presidente Jair Bolsonaro pediu, na apresentação da mensagem enviada ao Congresso Nacional na reabertura do ano legislativo, que deputados e senadores aprovem uma “pauta prioritária” com oito temas. A lista inclui a reforma tributária, a privatização da Eletrobras e a independência do Banco Central.

A mensagem, entregue aos parlamentares pelo ministro-chefe da Casa Civil, ministro Onyx Lorenzoni, foi lida pela primeira secretária do Congresso Nacional, deputada Soraya Santos (PL-RJ) na sessão solene que marcou o retorno dos trabalhos do Legislativo. 

O documento entregue ao Congresso tem 150 páginas. Nas quatro páginas da apresentação, lidas pela deputada Soraya Santos, o presidente faz um balanço do primeiro ano de governo e lista as pautas consideradas mais importantes até dezembro. Ao longo do texto, em trecho que não foi lido, também menciona a reforma administrativa, a ser enviada neste mês ao Congresso.

A lista das prioridades relacionadas na apresentação da mensagem inclui a reforma tributária; MP do Contribuinte Legal; Programa Verde-Amarelo; independência do Banco Central; privatização da Eletrobras; Plano de Promoção do Equilíbrio Fiscal; Novo Marco Legal do Saneamento; Plano Mais Brasil, que reúne as propostas de Emenda à Constituição (PECs) Emergencial, do Pacto Federativo e dos Fundos Públicos.

“Sabemos que a missão é árdua, mas com dedicação, responsabilidade, espírito público e com a união atingiremos nosso objetivo, que é construir um Brasil grande e mais justo para todos. E essa construção passa necessariamente pelo nosso Parlamento”, diz a mensagem assinada por Bolsonaro.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias