Futebol

Nova Copa Intercontinental pode ter campeões da Sul-Americana e Liga Europa

Um comitê vai ser montado para analisar fórmulas e, principalmente, viabilidade financeira

14/02/2020 06h00
Por: Redação
Alejandro Dominguez, presidente da Conmebol, é a favor da Copa Intercontinental - Foto: NORBERTO DUARTE/AFP
Alejandro Dominguez, presidente da Conmebol, é a favor da Copa Intercontinental - Foto: NORBERTO DUARTE/AFP

A reunião entre dirigentes da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) e da Uefa (União Europeia de Futebol) realizada na quarta-feira (12), na Suíça, discutiu não só o retorno da Copa Intercontinental, o confronto entre os campeões da Libertadores e da Liga dos Campeões, mas também a inclusão dos vencedores da Copa Sul-Americana e da Liga Europa, os torneios de segunda importância nesses continentes, na rota de jogos e competições a serem criadas pelas duas confederações.

Um comitê vai ser montado para analisar fórmulas e, principalmente, viabilidade financeira para que qualquer projeto organizado pelas confederações saia do papel. Inicialmente se vê como mais fácil uma integração de torneios entre clubes de base e feminino, mas a depender de patrocinadores algumas opções que reúnam os maiores clubes do mundo já foram esboçadas nesta quarta-feira - as conversas, a princípio, envolvem apenas competições de clubes, não de seleções.

A Copa Intercontinental entre os campeões da América do Sul e da Europa foi disputada de 1960 a 2004. Até o fim dos anos 1970 em confrontos de dois jogos (um em cada continente), mas a partir dos anos 1980, com patrocínio da montadora japonesa Toyota, a copa passou a ser em partida única realizada em dezembro no Japão. Há alguns anos a Conmebol tenta ressuscitar o confronto, mas os europeus sempre torceram o nariz.

 Isso agora mudou. O plano é mais ambicioso ao colocar a possibilidade de mais times e jogos ocorrerem com a inclusão de clubes da Copa Sul-Americana e da Liga Europa na pauta. Em uma das ideias, mais ousada, a Copa Intercontinental poderia ser um quadrangular entre os vencedores das quatro competições de cada continente. Outra simplesmente cria um jogo único entre os ganhadores da Sul-Americana e da Liga Europa, nos mesmo moldes do Intercontinental.

Europeus e sul-americanos não gostaram por razão óbvia: o provável enfraquecimento de seus torneios de clubes, a Libertadores e a Liga dos Campeões. Também por isso a Conmebol decidiu fazer a reunião de seu Conselho na Suíça, onde houve o encontro com cartolas da Uefa.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários