Prefeitura- coronavírus
Saúde

Ministério autoriza UFTM a realizar transplante de tecido músculo esquelético

Pacientes de outras regiões do país serão encaminhados a Uberaba para receber o transplante

16/02/2020 06h00
Por: Marconi Lima
UFTM está autorizada a realizar nono procedimento na área de transplantes, comemora o coordenador da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIH-DOTT), Ilídio Antunes de Oliveira Júnior
UFTM está autorizada a realizar nono procedimento na área de transplantes, comemora o coordenador da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIH-DOTT), Ilídio Antunes de Oliveira Júnior

O Ministério da Saúde (MS), através da Secretaria de Atenção Especializada à Saúde, autorizou o Hospital de Clínicas (HC) da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) para retirar e realizar transplante de tecido músculo esquelético. 

O coordenador da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIH-DOTT), Ilídio Antunes de Oliveira Júnior, disse que esta iniciativa e a realização de um grande sonho pela vida. 

“Parabéns a toda a família HC/UFTM/Ebserh. Estou muito orgulhoso de tudo isso, vendo sonhos e tudo que foi planejado e idealizado acontecendo com muito trabalho, ética, moral e respeito à legislação brasileira vigente. É gente cuidando de gente”, comemorou o médico Ilídio Antunes. 

E o coordenador da CIH-DOTT já projeta novas metas. “Agora, transplante hepático. Se Deus quiser!”, ressaltou.

Dados da CIH-DOTT indicam que dois pacientes já estão cadastrados no HC/UFTM e pacientes de outras regiões do país serão encaminhados a Uberaba para receber o transplante. 

O tecido muscular estriado esquelético constitui a maior parte da musculatura do corpo dos vertebrados, formando o que se chama popularmente de carne. Essa musculatura recobre totalmente o esqueleto e está presa aos ossos, daí ser chamada de esquelética.

Um músculo esquelético é um pacote de longas fibras. Cada uma delas é uma célula dotada de muitos núcleos, chamado miócitos multinucleados. Uma fibra muscular pode medir vários centímetros de comprimento, por 50 mm de espessura.

 

HC de aumentar procedimento para captação e transplante de órgãos 

O Hospital de Clínicas (HC) da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) está autorizado a retirar e realizar transplante de tecido músculo esquelético. Portaria do Ministério da Saúde (MS), através da Secretaria de Atenção Especializada à Saúde, foi publicada no Diário Oficial da União com a autorização.

Com isso, os procedimentos para doações de órgão no HC/UFTM devem crescer. Em balanço divulgado pela Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante do HC-UFTM aponta que no ano passado o HC-UFTM captou 83 órgãos para transplantes.

Foram 63 córneas, 13 rins, 6 fígados e 1 pâncreas. O número abrange coletas realizadas no HC-UFTM e na Fundação Municipal Hospitalar João Henrique do Garimpo (FMH-JHG), da cidade de Conceição das Alagoas. 

Dos órgãos doados, foram 63 córneas, 13 rins, 6 fígados e 1 pâncreas. A abordagem para solicitar a doação de órgãos foi realizada em apenas 11,90% dos casos de óbitos. Foram 974 mortes registradas pelas duas unidades de saúde, 910 pelo HC-UFTM e 64 pelo FMH-JHG

Dos transplantes de rins, 11 foram com doadores falecidos e 2 com doadores vivos. Pacientes confirmados com Morte Encefálica (ME) totalizaram 24 casos, com 17 entrevistas familiares permitidas e efetivação de 8 doações com consentimento familiar, conforme a legislação brasileira.

Os órgãos captados resultaram na efetivação de 13 transplantes de rins, 27 de córneas e dois 2 transplantes de medula óssea autólogos, quando a medula é retirada do próprio paciente. (ML)