Prefeitura- coronavírus
Política

“Plano Diretor é a porta de entrada para os investimentos”, diz Nagib

Durante a presença do secretário em audiência pública, vereadores aproveitaram para tirar dúvidas e fazer propostas

19/02/2020 06h00
Por: Redação
Secretário municipal de Planejamento, Nagib Galdino Facury, e o superintendente de Planejamento Urbano, Daniel Felipe Rodrigues foram sabatinados na Câmara - Foto: Rodrigo Garcia/CMU
Secretário municipal de Planejamento, Nagib Galdino Facury, e o superintendente de Planejamento Urbano, Daniel Felipe Rodrigues foram sabatinados na Câmara - Foto: Rodrigo Garcia/CMU

O projeto que trata do Plano Diretor do Município foi abordado no Plenário da Câmara Municipal durante a reunião de ontem. A convite do vereador Rubério dos Santos (MDB), o secretário municipal de Planejamento, Nagib Galdino Facury, e o superintendente de Planejamento Urbano, Daniel Felipe Rodrigues, estiveram na Casa. 

Para Nagib, o Plano Diretor é a porta de entrada de todos os investimentos da cidade. Uma apresentação geral do projeto foi feita por Daniel. Segundo ele, de 2017 até este ano foram criadas 12 comissões, que receberam propostas encaminhadas a secretaria.

Também foram realizadas audiências públicas para discutir o assunto, inclusive uma que aconteceu no final do ano passado, no Plenário da Câmara. O superintendente explicou, ainda, que foram recebidas propostas da população, através do site da prefeitura, cerca de mil no total, número considerado baixo para a população da cidade. 

Sugestões estas que poderão ser inseridas no projeto, o qual será votado pelo Legislativo ainda este ano. No parque tecnológico está prevista a criação de um parque de 3 mil hectares, assim como a destinação de áreas para empresas de tecnologias e até mesmo moradias.

O PL também altera o zoneamento urbano, com a criação de um perímetro urbano de mil metros, para abranger as chácaras. Tem, ainda, de acordo com Daniel, a fragmentação da área verde e alargamento das calçadas em loteamentos, passando de 2,5 metros para 3,5 metros, assim como ajustes no perímetro urbano das rodovias, com possibilidade de criação de loteamentos empresariais e de chácaras.

Por último, o superintendente disse que será desenvolvido um projeto específico para a região central da cidade.  

O secretário Nagib avaliou que os temas já foram amplamente discutidos com todos os seguimentos da sociedade. De acordo com ele, há três anos falam do centro da cidade, sendo que estão desenvolvendo um estudo, com um Plano Diretor específico para a região, em parceria com o Instituto de Engenharia. 

“Houve uma mudança de paradigma, com moradores do centro mudando para bairros periféricos e isto precisa ser revertido”, afirmou Nagib, que defendeu a realização de empreendimentos sociais para a região central da cidade. “Para isso, é preciso reduzir os custos”, finalizou. 

Durante a presença do secretário os vereadores aproveitaram para tirar algumas dúvidas e fazerem propostas ao Plano Diretor.