17°C 31°C
Uberaba, MG
Publicidade

COLUNA BASTIDORES - 16/04/2024

por LAWRENCE BORGES

16/04/2024 às 10h57 Atualizada em 16/04/2024 às 11h03
Por: Redação
Compartilhe:
O ex-vereador Thiago Mariscal inicia sua pré-campanha para prefeito de Uberaba
O ex-vereador Thiago Mariscal inicia sua pré-campanha para prefeito de Uberaba

 ESTRATÉGIA?

O PSDB Uberaba durante um ano montou uma estratégia para tentar fazer 4 vereadores,  tendo com puxador de votos Thiago Mariscal, Marcos Jammal e Tulio Michelli, contudo, agora muda a estratégia, colocando o nome de Mariscal como pré-candidato a prefeito, tudo indica que pretendem trabalhar para trazer votos de legenda.

 

OUTROS NOMES

De acordo com Thiago Mariscal sendo vereador ou não ele continua trabalhar por Uberaba. Mas sua pretensão vai além da Câmara Municipal, e precisa ter um nome focado em resolver as questões que a população precisa, e se o partido entender que seu nome é viável será candidato a prefeito.

 

CORRENDO PELAS POR FORA


As pré-campanhas estão tomando conta das redes sociais, outro que vem trabalhando é Zé Renato Gomes filiado ao PSDB é dado como certo que não será candidato a vereador, internamente o nome dele é trabalhado para vice de Tony Carlos do MDB ou candidato a prefeito pelo PSDB.

 

ANDERSON ADAUTO


Articuladores políticos de Anderson Adauto questionados em relação sua candidatura, estão eufóricos afirmando que está tudo dentro do cronograma. Em algumas semanas haverá novas noticias.

 

REUNIAO COM VEREADORES


Reunião dos pré-candidatos a vereador dos partidos da federação PT, PC do B e PV com o ex-Ministro Anderson Adauto. Durante o encontro, Anderson reafirmou sua pré-candidatura a prefeito e fez explanação sobre as providências estratégicas e estruturais que está providenciando. E, ainda, analisou o quadro político-eleitoral, vislumbrando boas perspectivas para o grupo que lidera. Também participaram do encontro dirigentes dos três partidos e também do PSB, representado pelo presidente da legenda Toninho Andrada.

 

NA REDE


O ex-presidente da Câmara Municipal Elmar Goulart inicia sua pré-campanha para retornar ao Legislativo, Elmar afirmou que o principal motivo para filiar na Rede Sustentabilidade foi a qualidade das pessoas que são pré-candidatos e principalmente, a formação de um novo grupo politico.

 

CHECANDO A VIABILIDADE

A euforia de diversos “chapeiros” que atuaram na formação de chapa de vereadores para os partidos prejudicou o discernimento, após as filiações começaram as surpresas, uns pré-candidatos estão inelegíveis, outros pré-candidatos sumiram das chapas e tem pré-candidato desistindo! Tem vereador desesperado!!

 

DOIDÃO

Depois de várias idas e vindas o pré-candidato Edmilson Doidão deixou o PSDB e filiou com Luiz Dutra e Ruberio Santos no PSB para concorrer em pé de igualdade.

 

LESA PÁTRIA


A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (16) a 26ª fase da Operação Lesa Pátria, que visa identificar pessoas que financiaram, fomentaram e promoveram os atos de 8 de janeiro de 2023, quando o Palácio do Planalto, o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal foram invadidos e depredados. Ao todo, foram expedidos 18 mandados judiciais de busca e apreensão, expedidos pelo Supremo Tribunal, nos estados do Rio Grande do Norte (1); Santa Catarina (1); Pará (4); São Paulo (1); Minas Gerais (3); Espírito Santo (4); Tocantins (1) e Mato Grosso do Sul (3). Foi determinada a indisponibilidade de bens, ativos e valores dos investigados. Apura-se que os valores dos danos causados ao patrimônio público possam chegar à cifra de R$ 40 milhões.

 

DECISÕES NA OPERAÇÃO


Está na pauta do plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), nesta terça-feira (16), a reclamação disciplinar contra o senador Sergio Moro (União Brasil-PR) e outros juízes que fizeram parte da força-tarefa da operação Lava Jato, como Gabriela Hardt, que foi afastada do cargo na segunda-feira (15). O item é o 13º da pauta da sessão que começa às 10h. O processo disciplinar foi instaurado pelo corregedor do CNJ, ministro Luis Felipe Salomão, em setembro do ano passado. Além de Moro e Gabriela Hardt, respondem nesse caso: os desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) Loraci Flores de Lima, João Pedro Gebran Neto e Marcelo Malucelli. O CNJ vai analisar uma suposta falta de transparência por parte de Moro e Gabriela em decisões sobre repasses de aproximadamente R$ 2 bilhões de acordos da Petrobras entre 2015 e 2019, sem seguir o “devido processo legal”

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Bastidores
Sobre o blog/coluna
Ver notícias
Uberaba, MG
30°
Tempo limpo

Mín. 17° Máx. 31°

28° Sensação
4.12km/h Vento
23% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h46 Nascer do sol
05h47 Pôr do sol
Sáb 29° 17°
Dom 28° 16°
Seg 30° 16°
Ter 30° 16°
Qua 31° 16°
Atualizado às 18h06
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,43 -0,20%
Euro
R$ 5,93 +0,30%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,05%
Bitcoin
R$ 332,972,60 +0,86%
Ibovespa
128,896,98 pts 0.47%
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Lenium - Criar site de notícias