Mosaic
Prefeitura- coronavírus
Coluna

Cultura

Luiz Hozumi

Luiz Hozumi

Luiz HozumiProdutor cultural, publicitário, especialista em gestão e políticas culturais. [email protected]

05/03/2020 06h00
Por: Redação

E agora, José? 

A festa acabou, 

a luz apagou, 

o povo sumiu, 

a noite esfriou, 

e agora, José? 

e agora, você? 

 

Drummond está sempre atual, se encaixa perfeitamente no presente que Uberaba teve, mas que se desfez em luz e som. O que fica da comemoração dos 200 anos? Qual política pública permanece? O que a cultura ganha, ganhou, ganhará para os próximos anos? Não são críticas aos esforços e ao trabalho alheio, a festa foi sim maravilhosa, com toda pompa necessária, e sei do trabalho de cada um que participou de sua execução. Mas realmente é só isso? Eventos, eventos, eventos? A cultura e a história de uma cidade se resumem a sua capacidade de entreter a população, ou até mesmo de persuadir a favor da situação? Não é questão de engolir a data ou engolir a festa, é o caso de não ter uma indigestão eterna depois. Enquanto aceitarmos tudo que nos forçam com a justifica que aqui não tem nada continuaremos a enxergar apenas com o cabresto da manipulação. Uberaba é extremamente rica em manifestações culturais, artísticas e históricas, mas sempre em segunda ou em plano nenhum. Valorizar a terra é ainda mais importante que comemorar, ou nos próximos duzentos anos não teremos mais motivos de gratidão, continuaremos na insatisfação. Pronta para futuro com um pé no passado?  E agora, você? 

 

GRUPOS DE TEATRO DE UBERABA SE ORGANIZAM PARA APRESENTAÇÕES DURANTE O ANO

O projeto Sexta do Teatro é uma iniciativa de dez grupos teatrais que atualmente estão ativos no cenário cultural de Uberaba, e tem a finalidade primordial de propagar seus espetáculos para o público uberabense. O objetivo dos grupos é a formação de público e a ocupação dos equipamentos culturais do município, dando vazão às suas respectivas produções. Estes 10 grupos reúnem dezenas de artistas,  sendo eles atores, atrizes, diretores, produtores e outros profissionais do segmento teatral, grande parte com formação superior na área e capacitação técnica profissional. O projeto vai de março a dezembro  e a cada mês um grupo realizará um espetáculo. Os espetáculos ocorrerão na primeira sexta-feira de cada mês, às 20h no Cine Teatro Vera Cruz e  o preço dos ingressos varia de 10 a 30 reais. Estreando o primeiro espetáculo será “Segredos de Fulaninha e Dona Coisa” no dia 06 de Março. O espetáculo aborda a convivência entre a empregada Fulaninha, interpretada pela atriz Ana Elisa Gonçalves, que chega à cidade grande vinda da roça, e sua patroa Dona Coisa, pela atriz e também diretora do espetáculo Cassia Magaly. O espetáculo se desenvolve de forma alegre e vibrante, e é permeado por momentos poéticos e de profunda reflexão. A música ao vivo é executada por Maraisa Bisinoto. Na sequencia do projeto em Abril o segundo espetáculo será “Me deixe ir, preciso andar” solo do ator Mayron Engel da Circolando Iniciativas Artísticas, no dia 03. 

 

VIVÊNCIA ARTE CONTEMPLATIVA

O Nu.C.A Núcleo Contemporâneo das Artes  convida para a Vivência  Arte  Contemplativa  um encontro com Mayron Engel. No conteúdo do evento os princípios da meditação contemplativa, do haikai tradicional e uma visita aos haijins brasileiros Guilherme de Almeida, Paulo Leminski e Alice Ruiz. Neste sábado, dia 07 de Março às 9h30 no Arte Movimento Studo de Dança, inscrições pelo e-mail: [email protected]

 

 

WALLEFFECT/URA 

Celebrando os 200 de Uberaba acontece nos dias 7 e 8 de Março, sábado e domingo na Escola Estadual Henrique Kruger a quarta edição do Walleffect/ura evento que reúne graffiti, break, hip hop e outras manifestações das artes urbanas. 

 

UNION FEST

As bandas Nekrotério, Crucifyce, Uganga, Cortex e Black Pantera e o Dj Wagenr Júnior fazem neste sábado, dia 07 de Março a quarta edição do Union Fest. O evento acontece no Cemea Boa Vista com entrada gratuita a partir das15h. 

 

Banda Uganga que se apresenta no evento. 

 

A ARTE DE FAZER 200 ANOS 

A Fundação Cultural e o Shopping Uberaba realizam  ‘A arte de fazer 200 anos’, aberta na última terça-feira, 3, na Praça de Eventos. Aguimar José Luiz, Marcos Cezar Jammal, Maria Helena Ciriani e Maurício Araújo de Farias produzirão suas peças ao vivo para os visitantes do Shopping. As obras terão como tema os 200 anos da cidade e serão doadas a instituições filantrópicas.

Durante cinco dias, os artistas desenvolverão a sua arte. As obras ficarão expostas para os visitantes até o dia 17. Após a mostra, serão doadas para a Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais – Apae, Instituto de Cegos do Brasil Central – ICBC,  Organização dos Amigos Solidários à Saúde e à Infância – Oasis e Comunidade Nova Jerusalém.  As peças serão doadas às instituições que definirão a melhor forma de arrecadação com o presente.