Coaching

Principais ferramentas do processo de Coaching

Kamila Teixeira

Reflexões

ReflexõesArtigos diários

14/08/2019 06h00
Por: Redação

As ferramentas são recursos papáveis, de aplicabilidade, como perguntas, testes, gráficos, formulários, fichas de planejamento, dinâmicas, que tem como objetivo colher informações importantes que contribuam para o processo de Coaching, além de provocar reflexão e profundas mudanças no Coachee (cliente).

As principais ferramentas no processo de Coaching são:

1 – Auto Feedback: Esta ferramenta proporcionada a chance de reconhecermos os nossos pontos fortes, nossos pontos de melhoria, nossas expectativas, bem como nossas oportunidades, fatores limitantes e outros aspectos que permitem um processo de auto reflexão, do que deve ser trabalhado para se chegar ao estado desejado.

2- Roda da Vida: É uma poderosa ferramenta que avalia diferentes aspectos da vida de um indivíduo e foca no desenvolvimento e alcance dos objetivos.

3- Feedback Projetivo 360°: É uma ferramenta baseada em perguntas que projetam o ser humano a refletir sobre a percepção que ele e outras pessoas tem dele mesmo, sendo parentes, amigos, conhecidos, pessoas do mesmo nível hierárquico e subordinados, tudo dentro do campo pessoal, profissional e espiritual.

4- Significados (crenças e valores) : Crenças e valores são adquiridos ao longo da história da vida e dos aprendizados, são mutáveis e adquiridos no decorrer da vida. A crença é como interpretamos o mundo. Valores são critérios pessoais que consideramos importantes em nossas vidas. Os significados que damos as coisas estão inconscientemente de acordo com nossos valores. Todo comportamento está em busca de satisfazer um valor e compreender um valor pode alterar o comportamento rumo aos objetivos.

5- Missão e Propósito -  Essa ferramenta está diretamente relacionada à nossa razão de ser, ao papel que desempenhamos no mundo e aos significados de quem somos em nossa mais profunda essência. Ter clareza da nossa missão e propósito de vida,através de um processo de autoconhecimento, nos coloca diante das nossas crenças fortalecedoras e limitadoras, nos coloca diante dos sabotadores das nossas ações e comportamentos, e através de uma visão sistêmica, estimulada pela descoberta de nossa missão, nos tornamos capazes de compreender nosso posicionamento no mundo e a partir daí desenvolver uma sólida visão de futuro.

6- Montando a autobiografia: Essa ferramenta nos apresenta a importância de honrar, respeitar e escrever a própria história, reproduzir mentalmente fatos e momentos importantes e ordená-los em uma linha cronológica de como que ela amplie as suas percepções acerca das crenças e valores que norteiam as suas ações conscientes.

7- Visão e legado: “O mapa não é um território”, essa frase criada pelo engenheiro, físico e matemático polonês Alfred Korzybski (1931), quer dizer que nossa visão de mundo não é necessariamente uma realidade absoluta, pelo contrário, nossas representações internas estão longe de corresponderem 100% do mundo externo. Cada um tem uma visão única a respeito do mundo e essa visão é desenvolvida a partir das suas convicções, valores e crenças individuais. É necessário que estejamos abertos a mudanças de comportamentos, melhoria da visão de mundo. Quando nos permitimos sair da zona de conforto, podemos perceber como é bom deixar um legado, olhar para trás e sentir orgulho da própria vida, da própria história.

8-Roda da Prosperidade e abundância: Essa ferramenta se apresenta em 4 ciclos. O primeiro é Autoconhecimento, autorrealização, autocura, equilíbrio. O segundo é planejamento, capacidade de elaborar, sonhar, planejar. O terceiro é ação e movimento em direção ao estado desejado, e o quarto, gratidão, servir, agradecer, perdoar. Esses ciclos geram um bonito movimento de dar e receber. Quando nos doamos, conectamos com a capacidade de servir, cocriar, ensinar, é a própria manifestação da divindade no homem. Quando recebemos estamos conectados com a capacidade do ser humano de aceitação, merecimento e receptivos aos movimentos do Universo de honrar e respeitar a nossa história, a história da nossa família e de todos a nossa volta.

9- Planejamento e Rota de Ação: Um bom planejamento, nos ajuda a realizar os nossos objetivos de vida. O primeiro passo é saber o que realmente se quer, em seguida escreva em um papel todas as suas metas e prazos em que deseja atingir, inclua também as ações e comportamentos que precisará ter para que seu propósito seja conquistado. Feito isso priorize o que é mais importante e hierarquize os demais objetivos. Então poderá ser iniciada a Rota de ação, que é um agrupamento de ações rumo ao objetivo estabelecido. É uma linha do tempo, onde pode ser visualizado todos os passos que serão necessários , desde o estado atual, até o estado desejado.

10-Metas e objetivos: “Se você não sabe onde chegar, qualquer caminho é valido”. Ter metas e objetivos claros nos faz agir hoje para conquistar o sucesso, prosperidade e resultados extraordinários em nossas vidas.

Todas essas ferramentas são valiosas, porém não são usadas de forma engessada, podendo ser mescladas conforme as situações trazidas pelo Coachee (cliente).

 O fundamento de todas as técnicas e ferramentas se baseiam em perguntas que gerem profundas reflexões e capazes de provocar mudanças valiosas na vida do cliente.

 

Kamila Teixeira - Life Coach

Instagram: @kamilateixeira.coach

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias