15°C 29°C
Uberaba, MG
Publicidade

Artilheiro do Cuiabá tem quase o dobro de gols de Deyverson em 2024

Artilheiro do Cuiabá tem quase o dobro de gols de Deyverson em 2024

12/06/2024 às 18h37
Por: Redação
Compartilhe:
Isidro Pitta e Deyverson são as opções ofensivas do técnico Petit – Foto: Divulgação Cuiabá
Isidro Pitta e Deyverson são as opções ofensivas do técnico Petit – Foto: Divulgação Cuiabá

A defesa do Cruzeiro deve ter atenção com um atacante do Cuiabá. E não se trata do badalado Deyverson, mas sim de Isidro Pitta. O artilheiro do Dourado tem quase o dobro de gols do seu concorrente, vive ótima temporada e pode levar perigo à zaga da Raposa no duelo de quinta-feira, 213, às 19h, no Mineirão, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. 
Nascido em Assunção, no Paraguai, o atacante de 24 anos está no futebol brasileiro desde 2022, quando foi contratado pelo Juventude junto ao Huesca, da Espanha. Antes disso, ele tinha passado pela base do Cerro Porteño e profissionalmente por Alvarenga, de Portugal, Deportivo Santaní, Sportivo Luqueño e Olimpia, todos esses últimos no seu país natal. 
E é justamente na atual temporada, que está apenas na metade, que ele vive o melhor momento como profissional. Em 2024, Pitta marcou 15 gols – maior número de bolas na rede em um ano na carreira –  e deu duas assistências. E esses bons números são vistos em um recorte recente. Entre 8 de maio e 9 de junho de 2024, Isidro Pitta entrou em campo em oito partidas e fez seis gols, além de dar uma assistência. 
Em contrapartida, a média mais baixa do atacante é justamente no Campeonato Brasileiro, competição que enfrentará o Cruzeiro na quinta-feira (13/6): são apenas duas participações em gols em sete partidas, tendo uma efetividade de 0,28 por jogo.
Mas esse desempenho individual também passa por uma questão coletiva na liga nacional, já que o Cuiabá perdeu cinco das seis primeiras partidas e só foi marcar os primeiros tentos no Brasileirão na goleada de domingo (9/6), quando venceu o Criciúma por 5 a 2 no Heriberto Hülse. Na ocasião, Pitta marcou um gol e deu uma assistência.
É inevitável falar sobre Deyverson ao se referir ao Cuiabá. Na temporada passada, o atacante campeão da Libertadores com o Palmeiras em 2021 terminou a temporada como artilheiro do Dourado com 17 gols, cinco a mais que Pitta. No entanto, nesta temporada a história é diferente.  Deyverson tem apenas oito gols em 2024, número que é quase a metade da marca do concorrente paraguaio. E é notável que o faro goleador do atacante de 33 anos se transformou em um talento para encontrar os companheiros de time, já que o camisa 16 tem sete assistências na temporada – maior número na carreira em um ano. Só que Deyverson não joga desde 14 de abril, por estar afastado por indisciplina – foi reintegrado recentemente, mas ainda não foi utilizado pelo técnico Petit – e Pitta aproveitou a chance para mostrar o seu desempenho dentro da área. O atacante de 24 anos quer seguir como a referência do Cuiabá. E a próxima defesa que deve ter atenção com o “rosto de viking” do paraguaio é a do Cruzeiro.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias