PMU
Servas leva crianças

Servas leva crianças e idosos ao mundo mágico do circo

Servas leva crianças e idosos ao mundo mágico do circo

15/08/2019 06h00
Por: Redação
A presidente do Servas, Alexia Paiva, ao lado das crianças que assistiram ao espetáculo
A presidente do Servas, Alexia Paiva, ao lado das crianças que assistiram ao espetáculo

O Serviço Social Autônomo (Servas) proporcionou a cerca de 420 crianças e idosos uma tarde diferente nesta terça-feira, (13/8). Com apoio do Circo dos Sonhos, de parceiros e patrocinadores, este público especial assistiu ao espetáculo “Alakazan – A Fábrica de Sonhos”, que está montado no trevo da BR-356 com Avenida Raja Gabaglia, no Santa Lúcia, em Belo Horizonte.

A presidente do Servas, Alexia Paiva, falou sobre o motivo de levar seus convidados ao circo. “Para as crianças, e mesmo para alguns adultos, é a primeira vez que assistem a um espetáculo de circo. Então, é muito importante poder dar a eles este momento, ver o brilho nos olhos de cada um”, comentou.

Rodrigo Fernandes, diretor de Investimento Social do Servas, explicou que um evento como este mobiliza toda a equipe da casa e que uma ação como esta não acontece sem o apoio dos parceiros. “Somos uma entidade que vive de doações e de ações sociais”, disse. Lembrando que o proprietário do Circo dos Sonhos, Luiz Jardim, doou os ingressos. “O que o Servas faz é a logística para distribuir esses donativos para aqueles que têm maior dificuldade em obter esse tipo de benefício”, conclui.

 

O espetáculo - “Alakazan - Fábrica de Sonhos” é um show dinâmico. Em cerca de uma hora e meia, números de acrobacia aérea, contorcionismo, mágicas e outras atrações se sucedem no palco, prendendo a atenção dos espectadores. Um deles é a pequena Helena Cristina, 7 anos, que disse ter achado a apresentação muito legal, e que o quadro que mais gostou foi “da moça fazendo bambolê”, número onde uma artista faz exercícios suspensa em um aro. A “Fábrica de Sonhos” agrada também aos mais experientes. Vera Maria Souza, 69 anos, afirmou ter gostado de tudo. “Achei maravilhoso”, avaliou.

Para o gerente geral do circo, Matheus Diniz, receber públicos diferenciados, como o levado pelo Servas, é uma motivação. “É uma energia muito positiva, dá força para todo mundo trabalhar, é estimulante, meus artistas adoram fazer isso”, diz. Confirmando a opinião de Diniz, JanaliceLotito, que no espetáculo representa uma garotinha, que é uma espécie de apresentadora e um fio condutor entre os quadros, garante que o grupo faz os espetáculos sempre com muito amor.

 

Entidades beneficiadas - As crianças e idosos que participaram da ação são acolhidos pelas entidades de Belo Horizonte Abrigo Lar Cristão, Associação dos Amigos do Centro Social Frei José Renato, Associação Árvore da Vida/Capela Casa da Acolhida, Associação Mineira de Amizade, Associação das Obras Pavonianas de Assistência, Casa de Caridade Herdeiros de Jesus, Centro de Acolhida Betânia, Centro Social Lar Frei Leopoldo, Lar de Fraternidade Irmão Fábio, Lar dos Idosos Padre Leopoldo Mertens, Lar Santa Maria, Recanto Feliz, TJ Criança e Projeto Cidadão de Sabará.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias