Mosaic
Prefeitura- coronavírus
Legislativo

Última reunião de março marca despedida de Chiquinho e Varciel da Câmara Municipal

O vereador Samuel Pereira elogiou a seriedade e a responsabilidade de Chiquinho

20/03/2020 06h00
Por: Redação
Varciel Rodrigues Borges e Chiquinho da Zoonoses se despedem da Câmara - Fotos: Rodrigo Garcia/CMU
Varciel Rodrigues Borges e Chiquinho da Zoonoses se despedem da Câmara - Fotos: Rodrigo Garcia/CMU

A sessão de ontem na Câmara Municipal foi marcada pela despedida de dois vereadores que ocuparam os cargos provisoriamente. Chiquinho da Zoonoses substituiu o vereador Luiz Dutra, que permanece no cargo municipal de secretário de Governo até o início de abril. Já Varciel Rodrigues Borges ocupa a cadeira do vereador Ronaldo Amâncio que se encontra no cargo de presidente da Fundação Cultural de Uberaba (FCU) e também retorna ao Legislativo no início do próximo mês.

Como esta foi a última reunião da qual Chiquinho e Varciel participaram, os demais vereadores se despediram dos colegas. “Tenho certeza de que ambos vão estar com a gente na próxima legislatura”, afirmou o presidente Ismar Marão.

Segundo Almir Silva, foi uma honra trabalhar com ambos. Da mesma forma o vereador Elias Divino da Silva se despediu, assim como Rubério dos Santos, que é do mesmo partido de Chiquinho, o MDB. “Você foi uma grande oportunidade de contribuição nos nossos projetos”, disse Alan Carlos a Varciel. “Vocês demonstraram junto aos eleitores o quanto fazem a diferença e que têm a oportunidade de serem interlocutores da sociedade”, acrescentou.

O vereador Samuel Pereira elogiou a seriedade e a responsabilidade de Chiquinho e comentou o quanto gostou de conhecer e conviver com Varciel, afirmando que continua à disposição de ambos, para ajudar no que for possível.

Chiquinho agradeceu aos servidores da Casa, dizendo que todos o trataram com muito carinho desde que chegou. Ele agradeceu especialmente ao presidente Marão e explicou que a Prefeitura devolveu alguns funcionários da Zoonoses ao Estado, o que considerou uma covardia muito grande por parte do secretário municipal de Saúde. “São sete funcionários, eu sou o mais novo e vou fazer 63 anos em agosto. Trabalho no município há 23 anos, um serviço que tem custo zero para a Prefeitura”, afirmou o vereador. Segundo ele, acredita que o trabalho que realiza é muito importante, matando pragas e desenvolvendo formas de matar escorpiões.

Ainda de acordo com Chiquinho, junto com o gabinete do Marão e do deputado Heli Andrade, fizeram uma reunião com o superintendente da Regional de Saúde, que autorizou a permanência dos funcionários na cidade. Segundo ele, se fossem transferidos precisariam ir para Belo Horizonte e viajar pelo Estado, passando às vezes 30, 40 dias fora de casa. “Eu agradeço Marão, pela força que você deu para mim e meus colegas”, concluiu Chiquinho.

Varciel agradeceu a todos os vereadores e servidores da Casa, onde afirmou ter feito amizades verdadeiras. “Eu tenho confiança de que vou voltar”, disse ele, que agradeceu a Deus pela oportunidade destes últimos oito meses. “Eu não consegui executar todos os projetos que pretendia, mas foi muito intenso”, acrescentou. Para ele, tudo isso serve como experiência para quem sabe, futuramente, assumir novamente o cargo.