Mosaic
Prefeitura- coronavírus
Polícia

Três homens tentam furtar sítio, mas são presos

Uma arreata foi levada do sítio onde os homens estiveram

26/03/2020 06h00
Por: Marconi Lima
Uma arreata, parecida com essa da foto, foi levada do sítio onde os homens estiveram
Uma arreata, parecida com essa da foto, foi levada do sítio onde os homens estiveram

Equipe da Polícia Militar (PM) foi acionada por telefone particular, onde o solicitante disse que recebeu uma ligação de seu amigo, que seu sítio era alvo de furto. No local, estavam três pessoas, cometendo retirando diversos materiais.

Quando os suspeitos avistaram uma pessoa olhando, todos adentraram em veículo VW Gol na cor verde e fugiram em sentido a penitenciária. Diante das informações, uma equipe deslocou rapidamente para o anel viário e conseguiu avistar o automóvel, com três indivíduos em seu interior. 

Após autores receberem sinal de parada, tentaram evadir, porém sem êxito. Os suspeitos foram abordados e a PM realizou vistoria no veículo e no porta malas do carro. Foram encontrados uma arreata (de usar em carroças) e cinco rodas de veículos sendo quatro de alumínio. 

A vítima reconheceu todo material furtado sendo de sua propriedade. Os autores após serem indagados sobre os fatos, disseram que realmente foram ao local, por indicação de outra pessoa, que não foi localizada. Conforme os suspeitos, essa outra pessoa possui uma dívida com eles. Por conta disso, foram orientados irem ao sítio pegar alguns objetos para liquidar a dívida.

Diante os fatos os autores dois menores, receberam voz de apreensão e o terceiro autor, voz de prisão pelo pelo crime de furto consumado em residência rural. 

O veículo VW Gol com licenciamento atrasado foi removido ao pátio conveniado pelo guincho. Com relação aos menores autores, um deles a representante legal qualificada os acompanhou seu filho o autor. Já o outro, foi realizado contato com a mãe do mesmo, no entanto, ela se encontra indisponível para deslocamentos, uma vez que, apresenta sintomas da Covid-19, dessa forma, foi feito contato telefônico no conselho tutelar, onde uma conselheira relatou que deslocaria até a Delegacia de Polícia. (ML)