Mosaic
Prefeitura- coronavírus
Artigo

Carlinhos Sete

Escritor e cronista

Reflexões

ReflexõesArtigos diários

27/03/2020 05h00
Por: Redação

O povo quer grana!

 

Dia desses assisti a uma videoconferência com o Secretário da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo, ex-ministro da Fazenda e ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles, que disse que o momento não é de defender teses de direita ou esquerda, mas de planejamento e cautela. Claro que nem todos pensam assim, a começar pela queda de braço travada entre governos, estimulada por parte da mídia, que põe fogo na opinião pública que defende teses das mais absurdas. Bem sabemos que o Governo tem por base dar empregos e transferir recursos (dinheiro para saúde, educação, etc.), e quando não falta sabedoria para administrar, a verba é minguada.

Mas sobra opinião e malandragem. Veja que há muitos que querem que sigamos o que pretende fazer o presidente americano (escrevo esta crônica às 13h00min de 23/mar, a volatilidade das notícias é tanta que corro o risco de ficar obsoleto na mensagem, mas segue o jogo) e distribuir dinheiro para quem está ocioso em casa. Por enquanto, de acordo com o noticiário, cada cidadão americano adulto de menor renda deverá receber do governo um cheque de US$ 1.200,00 (algo em torno de R$6.000,00), além de um adicional de US$ 500,00 (algo em torno de R$ 2.500,00) para cada filho menor de idade. Até então, Alemanha, Japão, Coreia do Sul e Reino Unido já pensam em algo similar. É claro que os brasileiros também querem uma ajuda para minimizar a pancada.

Só que mal sabem eles, inclusive o povo gringo, que parte dessa grana é vinda da emissão de papel-moeda, ou seja, o governo simplesmente manda imprimir dinheiro que neste momento ainda não será refletido na inflação, mas para igualar a balança, uma hora a conta chega. Não fosse assim, qualquer problema ou crise poderia ser sanado assim, bastava que o governo emitisse dinheiro e distribuí-lo ao povo. Contudo, o efeito disso não é o que você, estimado leitor pensa, e sim o contrário: o excesso de inflação empobrece o povo. Só para ter uma ideia, é exatamente isso o que a Venezuela tem feito há tempos, e sua inflação beira os 10.000.000% ao ano! Outra consequência disso – para uns até boa – é que o que o governo Trump está fazendo na América fará com que o ouro, uma importante commodity que serve de lastro para muitos governos, seja valorizado. Não é á toa que o Goldman Sachs tenha recomendado compra. Se você tiver grana para longo prazo...

Uma das coisas que as pessoas precisam saber é que crises vêm e vão, e com elas sempre aparecem oportunidades. Só quem aproveita é quem se prepara. O que você tem feito nesse período de quarentena? Trabalhado, estudado ou assistido televisão o dia todo? Quanto de reserva você tem hoje? Esteja preparado e não entre na pilha de quem não está. •

 

Carlinhos Sete é escritor e cronista. Também faz o quadro “Aí tem” na Rádio Sete Colinas. Seu novo romance, “Desamores”, já está disponível nas melhores livrarias da cidade.