Mebox
Covid-19

Funed habilita 19 laboratórios para o teste de coronavírus em Minas Gerais

Com ampliação da rede, 1,8 mil amostras devem ser processadas diariamente

02/04/2020 20h00Atualizado há 2 meses
Por: Redação
Fonte: Agência Minas
Foto: Divulgação/SES-MG
Foto: Divulgação/SES-MG

O governo de Minas Gerais vai ampliar a rede de testes para o novo coronavírus. Único laboratório público em Minas Gerais, a Fundação Ezequiel Dias (Funed) publicou na quinta-feira (2) a habilitação de outros 19 laboratórios aptos a realizarem o diagnóstico para identificação da Covid-19. Com a ampliação da rede, a Funed prevê que serão processadas, por dia, 1,8 mil amostras. As análises vão subsidiar a tomada de decisões da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) e o monitoramento efetivo da circulação do vírus.

“Com uma maior celeridade no diagnóstico dos exames é possível tomar decisões em tempo oportuno e contribuir para reduzir os efeitos da pandemia em nosso estado”, reforça o vice-presidente da Funed, Rodrigo Leite.

A partir de quinta-feira, os exames também serão realizados em Viçosa e Rio Paranaíba, pela Universidade Federal de Viçosa (UFV); em Diamantina, pela Universidade Federal do Vale do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM); em Montes Claros, pela Unimontes; em Ipatinga, pelo Hospital Márcio Cunha, da Fundação São Francisco Xavier; em Sete Lagoas, pelo Laboratório Santa Lúcia; em Lagoa Santa, pelo Loci Genética Laboratorial, e em Pedro Leopoldo, pelo Ministério da Agricultura, Abastecimento e Pecuária (Mapa).

Em Belo Horizonte, além da Funed, os testes serão feitos pelos laboratórios da Fundação Hemominas; da Fiocruz Minas; da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); do São Marcos Saúde e Medicina Diagnóstica e do Símile Instituto de Imunologia Aplicada.

O método para a realização dos exames será o RT-PCR, que identifica o material genético, neste caso, o RNA do vírus presente na amostra. Essa técnica é indicada pela Organização Mundial da Saúde (OMS).  

 

Habilitação

Entre os dias 23 e 26, a Funed abriu inscrições para os laboratórios interessados em fazer parte da RedeLab Covid-19. Pelo menos 120 instituições se cadastraram e, desses, 47 encaminharam o checklist obrigatório para avaliação. Após a avaliação da documentação, 19 laboratórios foram considerados aptos a ingressar na rede. Eles apresentaram atendimento aos requisitos da RDC 302 de 2005, nível de biossegurança NB2 e capacidade técnica e operacional para executar exames de RT-PCR em tempo real.

Até a próxima terça-feira (7) será encaminhado aos laboratórios selecionados um termo de compromisso. O documento deve ser assinado, digitalizado e encaminhado via e-mail para a Funed até a próxima quinta-feira (9). 

 

Parceiros e colaboradores

A Funed habilitou os laboratórios em duas categorias: parceiros e colaboradores. “Os parceiros trabalharão de forma integrada com os laboratórios da fundação, com fluxo contínuo de insumos, reagentes, equipamentos, processos e profissionais, ou seja, serão como uma extensão da própria Funed”, explica a diretora do Laboratório Central de Saúde Pública da Funed, Marluce Oliveira. Já os colaboradores, “terão mais autonomia e serão responsáveis por todas as fases do exame, desde o recebimento da amostra até a liberação do resultado no sistema”, complementa.

 

Confira neste link quais os laboratórios habilitados.

 

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários