Mebox
Polícia

Casal acusado de matar criança de quatro anos espancada é preso

A equipe médica constatou que a menina tinha lesões no baço, intestino, abdômen, além de sinais de enforcamento no pescoço

08/04/2020 05h00Atualizado há 2 meses
Por: Juliano Carlos
Jovem foi detido na manhã de ontem pela Polícia Militar - Foto: Divulgação
Jovem foi detido na manhã de ontem pela Polícia Militar - Foto: Divulgação

Um jovem de 23 anos acusado de matar a enteada de quatro anos por espancamento foi preso pela Polícia Militar em Uberaba. A esposa dele suspeita de co-autoria também foi detida.

Segundo informações dos policiais militares do 67º Batalhão de Polícia Militar (BPM), eles foram chamados no Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), onde receberam a informação de que uma criança de quatro anos tinha dado entrada com sinais de espancamento e morrido. Os policiais conversaram com a mãe da menina e ela contou que trabalhou anteontem das 8h às 16h em um supermercado da cidade e a filha de quatro anos ficou com companheiro dela de 23 anos. 

A mulher alegou que chegou na casa e a filha estava com hematomas no abdômen. Ela pediu ajuda e um vizinho levou o casal com a criança para o Hospital das Crianças. Na unidade hospitalar a equipe médica constatou a gravidade das lesões e a menina foi transferida para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal do triângulo Mineiro (UFTM), onde passou por procedimento médico e foi a óbito às 2h da madrugada de ontem. 

A equipe médica constatou que a menina tinha lesões no baço, intestino, abdômen, além de sinais de enforcamento no pescoço. Eles acionaram policiais militares que conversaram com a mãe e com padrasto e ele negou os fatos o acusado de homicídio foi preso em flagrante e encaminhado para a delegacia e apresentado ao delegado de plantão, mas negou qualquer envolvimento com crime. Durante as investigações os policiais civis constataram que a menina foi morta espancada e que já era espancada e a mãe  conivente com o companheiro agressor.

Na casa do casa os policiais encontraram dois pés de maconha, uma munição e outros materiais que foram apreendidos. O casal acusado de homicídio teve a prisão confirmada e foi encaminhado para a penitenciária Professor Aluízio Ignácio de Oliveira onde permanecem a disposição da Justiça. 

 

1comentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários