Coluna

Lawrence Borges

Bastidores

17/04/2020 05h00
Por: Redação
O presidente do PDT Uberaba confirmou a filiação do pré-candidato a vereador Orlando de Souza Júnior
O presidente do PDT Uberaba confirmou a filiação do pré-candidato a vereador Orlando de Souza Júnior

SAIU DO PSL

A pré-candidata a vereadora Renilda Rosa professora da rede municipal, que já disputou as eleições de 2012 filiada ao PSL teve 1426 votos, em 2020 Renilda disputará as eleições pelo Patriota.

 

SAIU DO PSD

Outra pré-candidata disputada pelos partidos políticos confirmou sua filiação ao Patriota foi a radialista Edna Fernandes, descontente com o PSD, optou pelo Patriota e apoiar a candidatura a prefeito de Antonio Neto.

 

NOVO ELDORADO SUCROENERGÉTICO

O pré-candidato a prefeito pelo Patriota Antonio Neto participou ativamente da implantação de um Polo de Desenvolvimento Bioenergético e Sucroalcooleiro, do Médio São Francisco baiano. 

 

NUMEROS

A projeção é que o polo pode gerar 9,2 mil empregos diretos e mais 30 mil indiretos na região, nos próximos anos. Isto porque a primeira usina de cana-de-açúcar, de um total de 10 previstas para produção de etanol, açúcar e energia de biomassa, está sendo implantada em Muquém do São Francisco, pelo Grupo Paranhos. O protocolo de intenções prevê investimentos de R$ 107 milhões, com possibilidade de gerar 921 empregos diretos e até 3 mil empregos indiretos.

 

FALANDO FRANCAMENTE

O deputado Federal Franco Cartafina vou a favor da MP 905/19, que cria a modalidade de contratação, denominada Contrato de Trabalho Verde e Amarelo (CVA) para o período compreendido entre 1º de janeiro de 2020 a 31 de dezembro de 2022. O objetivo é incentivar a contratação de pessoas entre 18 e 29 anos, com rendimento limitado a 1,5 salário mínimo nacional por mês (equivalente hoje a R$ 1.567,50). O PLV, por sua vez, incluiu a contração de pessoas com 55 anos ou mais e que estejam sem vínculo formal de emprego há mais de 12 meses.

 

ADIAMENTO DAS ELEIÇÕES

Eleito novo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ministro Luís Roberto Barroso defendeu nesta quinta-feira, 16, que, se for necessário adiar as eleições 2020 por causa da pandemia de coronavírus, que elas aconteçam no menor período possível. Ele descartou levar as disputas municipais para 2022.

 

USO OBRIGATÓRIO

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) aprovou na tarde desta quinta-feira (16) um projeto que obriga o uso de máscaras em estabelecimentos comerciais de todo o Estado. A decisão foi votada com unanimidade pelos 71 deputados, em turno único, durante Reunião Extraordinária de Plenário realizada de forma remota. Para passar a valer, no entanto, o PL precisa da sanção do governador Romeu Zema (Novo).

 

INCERTEZA

O Indicador de Incerteza da Economia, medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), teve alta de 44,5 pontos na prévia de abril deste ano e chegou a 211,6 pontos. Esse é o maior nível da série histórica. O recorde anterior tinha sido registrado em 136,8 pontos, em setembro de 2015, de acordo com a FGV.

 

R$5 MILHÕES

A nova campanha lançada nessa terça-feira, 14, pelo governo com o mote "trabalhar para proteger a vida e os empregos" durante a crise do novo coronavírus custará aos cofres públicos R$ 5,3 milhões. O termo que autoriza o gasto foi assinado na sexta-feira, 10, e indicou a Agência Calia como responsável. A empresa já presta serviços para alguns ministérios, como o da Saúde e Cidadania.

 

DIVORCIO CONSENSUAL

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), confirmou, em pronunciamento na tarde desta quinta-feira (16), a demissão de Luiz Henrique Mandetta (DEM) do cargo de ministro da Saúde. Também foi anunciado que o escolhido para a vaga na pasta será o médico oncologista Nelson Teich. "Selamos um ciclo. Foi um divórcio consensual" afirma o presidente Bolsonaro.

 

GABINETE DO ODIO

Um dossiê foi montado contra Mandetta, sob a supervisão do "gabinete do ódio", núcleo ideológico que incentiva o presidente Jair Bolsonaro a adotar posições beligerantes nas mídias digitais. A ideia era mostrar que Mandetta cometeu erros na condução da pandemia do coronavírus, para que não saísse como "vítima" da crise.

 

#ForaBolsonaro

A demissão de Luiz Henrique Mandetta do cargo de Ministro da Saúde em meio à crise do coronavírus tem sido ruidosa nas redes sociais nesta quinta, 16. Por volta das 18h, críticos do governo emplacaram a campanha #ForaBolsonaro no segundo lugar dos assuntos mais relevantes do mundo no Twitter.

 

PANELAÇO

Cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte têm panelaços por demissão de Mandetta. Após a confirmação da demissão do ministro da Saúde, panelaços foram ouvidos em bairros das maiores cidades do país.

 

PAGAMENTO SUSPENSO

O governo de Minas anunciou nesta quinta-feira que suspenderá por tempo indeterminado o pagamento do terço de férias regulamentares aos servidores civis e militares, além do abono fardamento aos servidores civis, militares e contratos administrativos da segurança pública. A medida foi adotada em virtude da crise econômica provocada pela pandemia do coronavírus, que obriga o governo a direcionar recursos para o tratamento de pacientes.

 

STF VIRTUAL

Grupo com seis ex-presidentes do Supremo Tribunal Federal, além de ex-procuradores-gerais da República e ex-presidentes da OAB encaminharam carta ao atual presidente do STF, ministro Dias Toffoli pedindo que a ampliação da competência do plenário virtual seja revogada. A medida foi aprovada em razão da pandemia do novo coronavírus, mas ex-integrantes da Corte avaliam que o recurso tem sido 'largamente utilizado' e apontam problemas relacionados à publicidade e à transparência dos julgamentos, além de questões relacionadas 'aos princípios da ampla defesa, do devido processo legal e do contraditório'

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários