Banner prefeitura Covid
Coluna

Cultura

Luiz Hozumi

Luiz Hozumi

Luiz HozumiProdutor cultural, publicitário, especialista em gestão e políticas culturais. [email protected]

30/04/2020 05h00
Por: Redação

E DAÍ?

E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? E daí? Com quantos “e daí?” se fazem uma nação? Não sou messias para prever números e nem estatísticas, mas sei que começou com 57,7 milhões escolhendo um 17 e agora temos mais de 5 mil mortes. E daí? 

 

ARTE COMO RESPIRO DO ITAÚ CULTURAL ABRE ESPAÇO PARA PESSOA SURDA 

Com o objetivo de movimentar a economia criativa de maneira rápida e eficaz em tempos de pandemia mundial de coronavírus, o Itaú Cultural (IC) lança mais uma ação do Arte como Respiro: Múltiplos Editais de Emergência. O quarto edital, com inscrições abertas até o dia 1º de maio é direcionado, exclusivamente, a artistas surdos e com deficiência auditiva que tiveram sua rotina modificada em razão da covid-19 e da consequente suspensão social. A partir do recorte Poesia Surda, a iniciativa propõe que os inscritos gravem um vídeo, de até três minutos, com o trabalho na Língua Brasileira de Sinais (Libras), tendo legendas em português, ou em visual vernacular. A poesia enviada deve ser de autoria única de quem aparecer declamando-a. Em caso de dúvidas, envie os questionamentos, em texto ou em vídeo, para [email protected]

 

REDE MINAS CRIA PÁGINA NA INTERNET COM OPÇÕES DE INFORMAÇÃO E ENTRETENIMENTO 

Para ajudar a driblar o tédio gerado pelo confinamento provocado pela Covid-19, a Rede Minas criou uma página, no site da emissora, com diversas opções de informação e entretenimento para adultos e crianças. Inspirada no linguajar dos mineiros, a “Dendicasa” oferece conteúdos produzidos pela própria emissora para ajudar a enfrentar o período de quarentena. Na página “Dendicasa”, o público confere seleções de shows, espetáculos, matérias culturais, dicas de culinária, artesanato e o “faça você mesmo”. Que tal construir um terrário com as crianças? Lá é possível aprender. Testar novas receitas na cozinha também é uma pedida para esse período. Conteúdos para o público infantil, artes, variedades, dança, cinema e literatura também estão presentes na vasta programação oferecida. A Rede Minas também apoia ações solidárias, dando visibilidade a iniciativas que promovem a saúde e a assistência. Quem quiser contribuir com alguma delas, encontra no site os links para se informar melhor e procurar formas de fazer parte e ajudar. O espaço também valoriza a informação e traz, para a Internet, reportagens sobre a pandemia e as coletivas de imprensa transmitidas pela Rede Minas com os boletins epidemiológicos oficiais diários do Governo de Minas. São diversos vídeos com programas e atividades para quem está em casa, opções de entretenimento e diversão, além de links para as redes sociais da emissora. Para conferir, basta acessar www.redeminas.tv/dendicasa

 

ENCONTROS SOBRE HISTÓRIA DA ARTE TERÃO TRANSMISSÃO AO VIVO ABERTA AO PÚBLICO 

Em razão da alta procura e do elevado número de inscritos, a equipe do Itaú Cultural (IC) optou por ampliar a proposta do curso Um Possível Olhar sobre a Produção em Artes Visuais no Brasil tornando-o uma série de palestras com transmissão ao vivo e aberta ao público. O início dos encontros será transmitido no dia 4 de maio, às 19h, no site e no canal do YouTube da instituição (itaucultural.org.br) Ministradas por Marcos Moraes, as palestras acontecerão sempre às segundas e terças, até o dia 9 de junho. São 12 encontros, com 90 minutos de duração por aula. Marcos Moraes é curador, pesquisador, professor e produtor. De formação diversificada, que transita do direito ao urbanismo, acredita que ainda é preciso “rever tudo”, como propõe o escritor Oswald de Andrade, já que da (a)diversidade nós vivemos.

 

SITE DO IEPHA REÚNE INFORMAÇÕES SOBRE O PATRIMÔNIO CULTURAL DE MINAS GERAIS

Neste período de isolamento social, necessário para conter a disseminação do Coronavírus, o site do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG) é uma fonte para conhecer melhor a história do estado por meio do seu patrimônio cultural. Os bens culturais de caráter histórico, artístico, estético e simbólico tombados e registrados, em diversas regiões do estado, possuem dados e valores que resultaram na proteção. No Guia de Bens Tombados e nos Cadernos do Patrimônio Cultural são encontrados textos e fotografias extraídos dos dossiês de cada bem cultural. Todos os volumes estão disponíveis para leitura e download no site http://www.iepha.mg.gov.br/. 

 

REVISTA OBSERVATÓRIO OFERECE CURSO CULTURA E DESENVOLVIMENTO

Para marcar o lançamento do seu 27º número, a revista Observatório Itaú Cultural promove, em 12, 19 e 16 de maio e 2 e 9 de junho, das 17h às 18h30, o curso Cultura e Desenvolvimento, que será realizado em ambiente on-line. O objetivo dessa formação é discutir, nos âmbitos da gestão e das políticas culturais, os conceitos cultura e desenvolvimento, as relações entre um e outro e, além disso, como a cultura pode colaborar no debate sobre desenvolvimento sustentável. São 350 vagas, a ser preenchidas por ordem de inscrição, que podem ser feitas no site itaucultural.org.br.  A edição 27 da revista Observatório Itaú Cultural será lançada no dia 12 de maio. Ela traz 11 textos, entre artigos e entrevista, que avaliam o papel da cultura na perspectiva da Agenda 2030 – um plano de desenvolvimento proposto pela Organização das Nações Unidas –, além dos caminhos para integrar os direitos e as necessidades culturais no desenvolvimento. O Observatório é um núcleo do Itaú Cultural dedicado à pesquisa, ao mapeamento e ao debate sobre a gestão e as políticas culturais. Acesse os números anteriores da revista, assim como conteúdos exclusivos do site sobre essas temáticas da cultura, nesta seção.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários