DestaqueNacional

Papa aceita renuncia de bispo uberabense

O papa Francisco aceitou a renúncia do bispo de Formosa (Goiás), José Ronaldo Ribeiro, acusado de desviar mais de R$ 2 milhões dos cofres da Igreja. Ele foi detido em 19 de março. A Santa Sé confirmou ontem (12) a decisão do papa. O arcebispo metropolitano de Uberaba (Minas Gerais), Paulo Mendes Peixoto, desde março acumula as funções.
No começo do ano, o bispo José Ronaldo Ribeiro, quatro padres, um monsenhor, um vigário-geral e dois funcionários ligados à administração da Cúria foram presos na Operação Caifás. A ação investiga o desvio de recursos da Igreja Católica, em Formosa e em outras paróquias do estado. A suspeita é de que os integrantes tenham comprado imóveis, carros e joias, de acordo com o Ministério Público de Goiás.
Os recursos desviados procediam de dízimos, doações e taxas de batismos e casamento. As investigações sobre o caso começaram a partir da denúncia de fiéis.
Substituição – Depois da prisão do religioso, o Vaticano decidiu enviar outro bispo ao município para cuidar de 33 paróquias da região. Desde então Dom Paulo Mendes Peixoto foi designado para a função pelo papa Francisco.
Segundo o Ministério Público de Goiás, a Justiça autorizou a realização de escutas telefônicas que comprovaram a prática de várias irregularidades.
Entre o material apreendido na operação estavam documentos, notas promissórias, computadores, joias, relógios, máquinas fotográficas e dinheiro.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.