Política

Paulo Piau avalia primeiro encontro com o governador como “extremamente positivo”

Prefeito disse que entre os assuntos da pauta, estão investimentos na ordem de R$ 3 bilhões no município

Quem viu o prefeito Paulo Piau no fim da tarde de ontem (9) ao retornar de Belo Horizonte, se surpreendeu. Estava o otimismo e entusiasmo em pessoa, semblante bem diferente do que vinha carregando a cada ida e vinda da capital nos últimos meses.
Nesta quarta-feira, foi sua primeira reunião com o governador Romeu Zema já empossado. Na pauta, assuntos que representam R$ 3 bilhões de investimentos para a cidade; relativos a projetos que envolvem inclusive, capital estrangeiro, e que há cerca de um ano e meio vem sendo construídos e esbarrando em ‘muro’.
Piau evita dar detalhes, mas deixa escapar serem das áreas de logística e alimento. Iniciativas que o prefeito aposta que vão caminhar a passos mais largos a partir de agora com o surgimento da ‘ponte’. E ele usa metáfora para demonstrar o que diz. Afirma que os projetos que se atracavam no ‘muro’, agora vislumbram uma ‘ponte’. Tudo isto para sinalizar a diferença entre o tratamento e visão entre as administrações do Estado: a última e a atual.
Conforme Paulo Piau, tais projetos, pelas suas magnitudes, necessitam do aval do Estado, quer por questões de equalizações fiscais, de legislação, institucionais, operacionais pela agilidade e desburocratização e até conceituais pela visão de desenvolvimento e geração de renda.
Em duas palavras, Piau resumiu sua avaliação sobre o encontro como “extremamente positiva” pontuando aspectos como inexistência de cor partidária, vontade de transformar e de construir com foco no desenvolvimento.
“Zema disse que não quer apenas gerar emprego, mas que quer gerar empresas. Isto é um demonstrativo claro de como ele enxerga o quadro econômico e demonstra toda sua visão e experiência empreendedora e o desejo para a construção de um novo modelo de governo para Minas Gerais que passa, especialmente, pelo setor produtivo, que é o início para qualquer transformação que se busca para cidades, estados e nações”, reconheceu o prefeito.
Para o prefeito de Uberaba, ‘há tudo para dar certo’, apostando inclusive em iniciativas macro que Uberaba e a região tanto aguardam e que são necessárias para uma nova fase histórica no desenvolvimento do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, que é o gasoduto e a produção de ureia/amônia. Hoje a questão é tratada mais diretamente pela Fundação Getúlio Vargas que já efetuou estudos e aposta na viabilidade destas plataformas. Ontem, representantes da FGV também participaram com Piau e o secretário de Desenvolvimento Econômico, José Renato Gomes, de reunião com o governador Zema, da qual também esteve presente o presidente da Fiemg, Flávio Roscoe e empresários. Todos deixaram o local certos de que tais ações estruturantes tem o aval do novo governador.
“Fomos buscar o aval do governador e ele topou no ato. Ele quer ajudar a atrair investimentos, quer o Estado competitivo. Quer gerar empresas e, como resultado, empregos para a população”, encerrou Piau.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.