Política

PEC da Educação é aprovada por unanimidade na Assembleia Legislativa

Com o apoio da oposição, a proposta foi votada após acordo que garantiu a retirada do projeto de cisão da Codemig da pauta. A Proposta de Emenda Constitucional (PEC 49), que estabelece a política de remuneração dos servidores da Educação conforme o piso nacional da categoria, foi aprovada em primeiro turno nesta terça-feira (17), com o apoio dos deputados da oposição. Segundo o líder do bloco, deputado Gustavo Corrêa, a PEC é um importante passo para a valorização dos professores. “A oposição vêm defendendo incansavelmente que o governador Fernando Pimentel cumpra com as promessas feitas aos professores e isso não pode ser uma ação para o futuro. Tem quer ser para já. Pimentel assinou um acordo com a categoria que nunca saiu do papel, um verdadeiro estelionato eleitoral”, afirmou. Para a votação em segundo turno do proposta, Gustavo Corrêa explicou que a oposição irá apresentar uma emenda para assegurar que o governo conceda ainda neste ano, por decreto, os reajustes do piso definidos pelo MEC em 2017 e 2018 que ainda não foram pagos aos professores de Minas Gerais.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.