Cidade

Piau recebe promotores de eventos para traçar ações de segurança

O prefeito Paulo Piau recebeu ontem, representantes do grupo de promotores de eventos de Uberaba para traçarem um cronograma das principais festas realizadas na cidade com a proposta de organizar melhor as ações que envolvem diretamente a Prefeitura como emissão de alvarás e o planejamento junto aos órgãos de segurança pública.
Na reunião foi sugerida a elaboração de um calendário anual das principais festas realizadas na cidade. Muitas dessas já acontecem há mais de cinco anos, o que segundo o prefeito, “merece ser olhado com mais atenção para que continuem em crescimento, e mais tranquilidade para todos: Prefeitura, promotores, demais órgãos envolvidos como a Policia Militar e a Guarda Municipal que prestam apoio na segurança Pública e o principal, que é preservar o público presente”, diz.

Segurança – Segundo o secretário de Defesa Social (SDS), Wellington Cardoso Ramos, é preciso organizar um cronograma anual dos eventos garantindo maior organização prévia para todos os envolvidos. “Isso contribuirá, inclusive para o planejamento dos órgãos de segurança. Outro fator positivo é sobre a tramitação interna dos processos, como a solicitação de interdição de ruas, transporte público e, também, emissão de alvarás. Todo o processo será benéfico”, destaca.
Além disso, Cardoso antecipou que será reativada a Comissão de Monitoramento da Violência em Eventos Esportivos e Culturais (Comoveec), composta por representantes do Conselho Municipal de Segurança Pública, Guarda Municipal, ACIU, CDL, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Defensoria Pública, Promotoria de Justiça, Juizado Especial, Vara da Infância e Juventude, Polícia Rodoviária Federal, 14ª Subseção da OAB, Conselho Tutelar e representantes da imprensa e dos promotores de eventos.
A proposta é deliberar junto aos envolvidos as ações ligadas à segurança dos eventos.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.