DestaqueNotíciasPolítica

Piau vai a Brasília tratar sobre o Parque Tecnológico, planta de amônia e Aeroporto

A Embrapa é parceira natural e importante do Parque Tecnológico de Uberaba. Por isso, nesta segunda-feira (16), o prefeito Paulo Piau foi até Brasília e se reuniu com o presidente da empresa, Mauricio Lopes, e com o diretor executivo de Inovação e Tecnologia, Cleber Oliveira Soares, para tratarem sobre o tema. Piau os convidou a estarem em Uberaba, a fim de conversar com as lideranças do agronegócio, visando ao fortalecimento dos laços da pesquisa e transferência de tecnologia e empreendedorismo para o setor produtivo, com maior protagonismo da Embrapa na região. Segundo Piau, a junção de forças numa engrenagem bem lubrificada é fundamental para firmar projeto de Uberaba como cidade inteligente, cidade do futuro.
Piau também passou por alguns ministérios a fim de acompanhar demandas da cidade. Esteve com o ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, e entre os assuntos conversaram sobre a planta de amônia, um projeto que a Prefeitura Municipal continua perseguindo e que está sendo alvo de estudo de viabilidade por parte da Fundação Getúlio Vargas.

Agenda – Na manhã desta terça-feira (17), a agenda do prefeito em Brasília tem início em encontro com o presidente da Infraero, Antonio Claret, onde vai discutir a ampliação da sala de embarque do Aeroporto de Uberaba. Depois, Piau segue para o Ministério das Cidades, onde mantém reunião na Secretaria Executiva para tratar sobre equipamentos públicos de educação em bairros do Programa Minha Casa Minha Vida.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.