CidadeDestaque

PM age rápido em sequestro relâmpago e liberta refém

Acusado foi preso e dinheiro recuperado

Juliano Carlos

Uma mulher que foi feita refém por criminosos armados foi libertada pela Polícia Militar após perseguição policial cinematográfica. Uma grande quantia em dinheiro que a vítima sacou em um banco e foi roubado acabou recuperado com um suspeito.
De acordo com as informações do tenente PM Henrique Rezende, a mulher saiu da cidade Sacramento em uma Picape com a filha adolescente de 15 anos. Elas seguiam pela rodovia e há quatro quilômetros do município vizinho, elas foram abordadas por criminosos armados e em outra caminhonete. A adolescente foi levada pelos bandidos no outro veículo e a mulher obrigada a seguir com um dos criminosos até uma agência bancária em Uberaba, onde foi obrigada a fazer um saque no valor de R$ 18 mil em dinheiro.
Os funcionários do banco acharam a situação estranha, acionaram a PM (via 190) e os policiais iniciaram levantamentos através de imagens do “Olho Vivo”. As equipes viram a caminhonete com a refém, iniciaram uma perseguição cinematográfica e o criminoso foi abordado no entroncamento entre as BRs-262 e 050. Ele foi preso em flagrante a vítima libertada e o veículo recuperado e o dinheiro recuperados. Os militares continuaram os rastreamentos e receberam informações que a filha da vítima que estava em poder dos outros bandidos foi liberada próxima cidade de Delta.
Até o fechamento desta edição as viaturas da Polícia Militar continuavam os rastreamentos para identificar e prender os outros integrantes da quadrilha.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.