Cidade

PMU não alterará velocidade permitida em ruas e avenidas

Ninguém será pego de surpresa com os radares e que a proposta é coibir o excesso de velocidade acima do que é permitido

A nova fiscalização eletrônica que será implantada em alguns pontos da cidade não alterará os limites de velocidade permitida nas vias da cidade, principalmente as avenidas de grande fluxo como Leopoldino de Oliveira, Santa Beatriz, Fidelis Reis e outras que terão reativada e/ou instalada os equipamentos de fiscalização eletrônica muito em breve.
De acordo com o Secretário de Defesa Social (SDS), Wellington Cardoso, a maioria das vias é de 60 km/h e permanecerão inalteradas. “O que será levado em consideração, com a instalação dos radares, é a segurança dos motoristas e pedestres. Porém, não há uma definição de prazo para a sua instalação, o que está sendo feito é o acompanhamento direto por parte dos agentes de trânsito, porém sem data definitiva”.
Cardoso diz que ninguém será pego de surpresa e que a proposta é coibir o excesso de velocidade acima do que é permitido nas ruas e avenidas. Ele explica que existe um limite excedente permitido que é de aproximadamente de 7km a mais do que o informado nas placas de trânsito. “Somente acima desse limite permitido é que os radares serão disparados. O avanço de sinal é perigoso e a situação é apenas para reduzir os acidentes decorrentes dessas situações”, destaca.
Os pontos de radares fixos de excesso de velocidade, avanço de sinal parada sobre faixa de pedestre, invasão de faixa exclusiva de ônibus e a implantação dos radares “falsos” ainda estão em fase de estudos e podem sofrer alteração conforme o resultado apresentado pela SDS.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.