Polícia

Polícia apreende cigarros contrabandeados e mais de uma tonelada de maconha

Juliano Carlos

Drogas foram apreendidas em caminhão: Cigarros encontrados em uma carreta (Detalhe)

Operação policial acabou com uma grande apreensão de drogas, além de cigarros contrabandeados. Dois homens foram presos pela Polícia Militar Rodoviária.
De acordo com informações dos policiais da 5ª Companhia Independente de Meio Ambiente e Trânsito Rodoviário que trabalham em Frutal, as equipes faziam operação “Lei Seca”, mas margens da rodovia LMG -732 no município de Frutal. Em determinado momento os policiais viram um suspeito conduzindo um veículo e realizaram a abordagem. Ainda segundo os militares o homem estava servindo como “batedor” de uma carreta e um caminhão que trafegavam pela rodovia sentido BR-153. As equipes fizeram levantamentos, foram até um posto de combustíveis a beira da pista e encontraram uma carreta Iveco de cor branca que estava carregada com 950 caixas de cigarros contrabandeados do Paraguai. Eles continuaram diligências e também localizaram caminhão Mercedes Benz de cor vermelha com placas do Estado do Paraná e durante verificações foram encontrados 1.136 tabletes de maconha que pesou 1.180 quilos.
Os policiais prenderam suspeitos J.A.S., de 49 anos e G.M.C., de 42 anos. Após questionamentos eles disseram que saíram da cidade de Maringá no estado do Paraná que receberiam cerca de R$ 6 mil para deixar os entorpecentes e cigarros no Triângulo Mineiro em Uberlândia. As drogas apreendidas foram levadas para a delegacia de Polícia Civil de Frutal e os dois acusados de contrabando de cigarros contrabandeados foram encaminhados com a carga apreendida para Delegacia de Polícia Federal em Uberaba, onde tiveram as prisões confirmadas pelo delegado André Gebrim Vieira.
Na manhã de ontem J., e G., e foram encaminhados para a Penitenciária Professor Aluízio Ignácio de Oliveira onde permanecem à disposição da Justiça.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.