CidadeDestaqueGeralNotícias

Precariedade da MG-427 gera reclamações dos motoristas

A rodovia MG-427, que começa no entroncamento da BR-262 e BR-050, em Uberaba, e termina no entroncamento com a BR-364, em Planura, tem gerado dor de cabeça aos motoristas.
Apesar de ter pouco mais de 104 km, a via é alvo de reclamação pela quantidade de buracos, falta de sinalização e de acostamento e número de acidentes.
Segundo dados da Secretaria de Estado de Segurança Pública, no primeiro semestre de 2016 (janeiro a março) foram registrados 26 acidentes na MG-427, índice que caiu no mesmo período em 2017, para 14 acidentes. Este ano, de janeiro a março, foram registrados 24 acidentes.
Em entrevista à TV Integração, o comandante do Pelotão Rodoviário, sargento Cleber Alves da Silva, falou sobre o assunto. “26% dos acidentes hoje, na nossa região, nessa rodovia, são causados por falta de atenção. Isso é estatístico e esse comportamento não está associado à condição da via. A gente recebe várias manifestações de descontentamento com a fiscalização, associadas à insatisfação com a situação da via. Jamais irá ocorrer uma complacência da fiscalização da Polícia Militar Rodoviária pelo fato da rodovia não estar em boas condições ou estar em condições que, no momento, sejam favoráveis.
Sempre vamos continuar com as nossas operações e nosso objetivo é a preservação da vida e a segurança viária. E nós só temos a segurança viária com fiscalização eficiente”, defende.
No início do mês, um garoto de 12 anos morreu em um acidente envolvendo quatro veículos. De acordo com o boletim de ocorrências, dois desses motoristas não tinham carteira de habilitação e um apresentava sinais de embriaguez.
O especialista em trânsito César Gonçalves orienta os motoristas a ficarem atentos e não dirigirem após consumir bebidas alcoólicas. “Primeiramente, dirigir defensivamente, respeitando as velocidades da via e a sinalização.
E esse é um dos problemas, pois estamos em uma via muito mal sinalizada, com irregularidades na pista, que faz com que a direção fi que mais complexa. O motorista tem que ter mais fi rmeza na direção, ter o veículo em boas condições, com a manutenção periódica.
O excesso de velocidade em uma via irregular e mal sinalizada vai aumentar os riscos de acidentes. Se vai fazer um passeio, curtir o seu rancho, um momento de lazer, evite o uso do álcool. As multas são pesadas e hoje o Detran suspende de imediato o motorista por estar embriagado e dirigindo. Além disso, ele bêbado ainda se coloca em situações maiores de risco: acaba exagerando na velocidade, ultrapassagens, etc”, pontuou.
A MG-427 é uma rodovia que apresenta intenso tráfego de caminhões. Gonçalves avalia que a imprudência dos motoristas é um dos fatores primordiais para as causas de acidentes.
“O tráfego de caminhões se torna perigoso, porque ele vai estar com uma velocidade mais reduzida do que a de um veículo de pequeno porte. Então, o ideal é se manter atrás desse veículo até um ponto seguro, para depois fazer a ultrapassagem. É importante redobrar a atenção, pois é uma época de queimadas, de colheitas, e vemos muita poeira subindo no asfalto, colocando o motorista que trafega por esse tipo de rodovia ainda mais em risco”, completou.
DEER-MG – Conforme dados do Departamento de Edifi cações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER-MG), em 2015 foram executadas e concluídas as obras de duplicação de cerca de 7 km na chegada a Uberaba e, em 2016, as obras de implantação do trevo de acesso a Conceição das Alagoas. O órgão informou que recentemente a rodovia passou por serviços de manutenção rotineira e avalia que de maneira geral se encontra em bom estado de conservação.
Foram realizados serviços de tapa- buracos, roçado de faixas de domínio, conferência da sinalização vertical (placas) e limpeza dos dispositivos de drenagem.
Ainda de acordo com o DEER-MG, a MG-247 tem dois radares instalados, nos km 14,2 e km 22,5, com limite de velocidade de 60 km, ambos no município de Água Comprida. O próximo passo no serviço de manutenção será de levantamento técnico de sinalização horizontal e também definição dos locais onde serão necessários a execução de reparos. Os usuários podem solicitar manutenções pelo telefone 155, opção 6.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.