CidadeDestaque

Roda de conversa aborda a importância do aleitamento

O Mário Palmério Hospital Universitário (MPHU) realizou, na terça-feira (07), uma roda de conversa com profissionais da área da saúde que atuam com aleitamento materno. O evento fez parte da programação da 5º Semana do Aleitamento Materno, promovido pelo MPHU em parceria com o Núcleo de Ensino, Pesquisa e Extensão (NEPE). O bate papo aconteceu no Anfiteatro 01 e teve a presença de professores, alunos e profissionais do hospital.
Este ano o tema da campanha é: “Amamentação é a base da vida” e tem como objetivo a promoção e a divulgação do aleitamento nos primeiros anos do bebê. A roda de conversa foi formada pela médica pediatra Pávilla Virgínia de Oliveira Nabuco; pela médica ginecologista e obstetra Fernanda Cristina da Silva Alves Ribeiro; pela fonoaudióloga Aline de Fátima Goulart Motoki; pela enfermeira Carla Cristina de Sordi; e pela nutricionista Cláudia Modesto Veludo de Oliveira.
Para Carla de Sordi, o aleitamento materno é a forma mais barata e eficaz de prevenir doenças. “Vários artigos já demonstraram isso. E a gente pensa muito em doenças infecciosas ainda na infância, mas como eu estudo doenças crônicas, a obesidade, a própria hipertensão e a diabetes têm como a primeira prevenção o aleitamento materno. Então, trabalhar com aleitamento é também pensar em redução de custos assistenciais, que é o maior elevador de internações e óbitos no nosso país”, disse a enfermeira e coordenadora do Centro de Promoção da Saúde da RN Saúde.
A nutricionista Cláudia Modesto abordou o papel do profissional na amamentação. “Nós sabemos que o leite materno é o alimento mais importante para a criança durante todo o primeiro ano de vida, especialmente se a amamentação for feita de forma exclusiva até os seis primeiros meses. Então, falamos um pouquinho dos mitos que atrapalham a permanência da amamentação durante esse primeiro ano de vida, dos nutrientes que existem no leite materno, destacando, realmente, a importância dele para a mãe e o bebê”.
A pediatra Pávilla Virgínia reconheceu a importância de se comemorar a Semana do Aleitamento para estimular as mães a iniciarem a amamentação mais precocemente, principalmente na sala de parto. “Hoje, está sendo cada vez mais divulgado, está melhorando bastante, mas tem uma jornada bastante árdua. Quanto mais a gente disseminar o conhecimento, maior a adesão das mães quanto à amamentação e dos profissionais de saúde para que aconteça, também, a adesão dos profissionais”, disse.
As atividades da 5º Semana do Aleitamento Materno encerram nesta quinta-feira (09), com o projeto Parto Adequado “Amamentação é a base da vida”, no Anfiteatro 01 do MPHU, a partir das 13h.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.