Cidade

Rodas de conversa e intervalo cultural acontecem hoje no IFTM

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro (IFTM) Campus Uberaba, por meio de seu Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas (NEABI), promove, hoje, atividades em reflexão ao Dia do Índio.
As ações têm o objetivo de promover reflexão e discussão sobre a temática indígena brasileira, trazendo à tona a história desconhecida e não contada dessas populações e também suas situações e condição de vida atuais.
A programação conta a realização da roda de conversa “Ramé paba xá xiú?” – O índio na sociedade. A naturalização da “inexistência” do indígena no Brasil, com a facilitadora Amanda Oliveira. Indígena, natural de Patrocínio/MG, Amanda é artista independente, tem 19 anos e cresceu em Uberaba, onde é articulada no meio da poesia falada.
A roda de conversa ocorre de manhã (das 09h40 às 11h) e à tarde (12h30 às 13h50). Na programação ainda temos a promoção do Intervalo Cultural, com atividades artístico-culturais sobre a temática indígena também com Amanda Oliveira (das 11h40 às 12h25).
As atividades têm como público alvo a comunidade acadêmica (alunos e servidores do IFTM), mas também são abertas à população da cidade.

Sobre os NEABI´s – Os NEABI´s estão presentes em diversas instituições de ensino federais do país. Seu surgimento decorreu da necessidade de acompanhamento e monitoramento da implantação das Leis 10.639 e 11.645, que tratam da obrigatoriedade do ensino da história e da cultura afrobrasileira e indígena nos estabelecimentos de ensino fundamental e ensino médio, tanto públicos quanto privados.
No IFTM, cada campus possui o seu NEABI, que, por meio de atividades e estudos realizados ao longo do ano e voltados para a comunidade acadêmica e para a comunidade externa, objetivam promover a efetiva implantação dessas leis, que abordam questões fundamentais do nosso país.
Mais informações: (34) 9 9191-1625 Cinthia

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.