DestaqueEstado de Minas

Romeu Zema dá continuidade à parceria com a Assembleia

Em seu terceiro encontro com blocos parlamentares da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), o governador Romeu Zema recebeu, ontem, na Cidade Administrativa, o Bloco Liberdade e Progresso. O objetivo dessas reuniões é reforçar o trabalho de parceria e transparência na relação entre Executivo e Legislativo. Recentemente, os blocos Minas Tem História e Sou Minas Gerais participaram de encontro com o governador.
Durante a reunião de trabalho, Romeu Zema ressaltou que sua gestão preza pela transparência e que ouvir os deputados é fundamental para o desenvolvimento das ações de seu governo. “Tenho solicitado aos meus secretários que informem a vocês (deputados) o máximo do que está ocorrendo no Executivo, para termos transparência. Essa vai ser uma das marcas do nosso governo. Temos feito o possível e o impossível para reduzir despesas e tenho feito questão de ser exemplo. Estamos fazendo no Executivo milhares de ações. Cada uma delas economizando um tanto, que está longe de ser suficiente para resolver tudo, mas que em conjunto serão muito representativas”, destacou o governador.
Outro ponto tratado por Zema é a necessidade de adesão de Minas Gerais ao Plano de Recuperação Fiscal junto ao Governo Federal. O texto será enviado para apreciação dos deputados estaduais. “O Estado está em situação de penúria e dependeremos muito de vocês (parlamentares) na aprovação da lei que vai possibilitar nossa adesão ao Plano de Recuperação Fiscal. Ele é essencial para que tenhamos um desequilíbrio menor, um déficit moderado. Temos infraestrutura e temos condições se voltar a ser um Estado de peso. Estamos trabalhando com todo empenho nesse sentido”, completou.

Parceria – O vice-governador, Paulo Brant, analisa que a atual crise financeira enfrentada pelo Estado se deu, além da má gestão dos últimos governos, por uma questão estrutural. “A sociedade não consegue mais financiar o Estado do tamanho que ele se encontra, se tornando incapaz de oferecer ao cidadão serviços mínimos”, disse.
Brant afirmou que a Assembleia tem papel fundamental nesse trabalho de recuperação de Minas. “O caminho passa por uma gestão austera, eficiente, com pessoas qualificadas. Mas, além da boa gestão, é preciso da boa política, no sentido grandioso do termo. Ela pode ser fonte de iluminação de caminhos e não apenas de obstáculos. A Assembleia é parceira e vai construir com o governo o caminho para tirar Minas Gerais da situação em que a gente se encontra”.
O líder do Bloco Liberdade e Progresso, deputado Cássio Soares, pontuou a importância de Executivo e Legislativo darem exemplo nas medidas de austeridade, além de construírem conjuntamente políticas públicas eficientes. “Estamos em consonância com o pensamento que, em tempos de vacas magras, nós precisamos dar o exemplo, e através de atitudes. Se a má política colocou o nosso país e o nosso Estado no chão, não tenho dúvidas de que o que vai reerguer o nosso Estado será a boa política. Todos estamos dispostos a praticá-la”, pontuou.
O secretário de Estado de Governo, Custódio Mattos, destacou a orientação dada pelo governador de manter o diálogo com a Assembleia. “A orientação geral do governador é para darmos prioridade aos deputados no atendimento às demandas, pois eles conhecem muito as realidades locais”, pontuou.
Também participaram da reunião o líder do Governo na Assembleia, deputado Luiz Humberto Carneiro, o vice-líder, deputado Guilherme da Cunha, e o secretário-geral, Igor Eto.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.