Cidade

SES/MG divulga resultados parciais do LIRAa/LIA de outubro

Danilo Cruvinel

Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES/MG) divulgou nesta semana os resultados parciais do Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti (LIRAa)/Levantamento de Índice Amostral (LIA) de outubro de 2018. De acordo com o levantamento de índice, 819 municípios enviaram informações, dos quais 60 (7,3%) estão em situação de risco para ocorrência de surto, 288 (35,1%) estão em situação de alerta e 471 (57,5%) em situação satisfatória.
Segundo dados da SES/MG, os criadouros do Aedes foram agrupados em depósitos de água, depósitos domiciliares e lixo. Os depósitos de água foram identificados como criadouros predominantes em 226 municípios, os depósitos domiciliares em 145 municípios e o lixo em 132. Municípios sem depósitos encontrados ou sem informações totalizaram 241 e municípios com mais de um depósito predominante, 75. Vale destacar que foram encontrados foco do Aedes em depósitos de água em 462 municípios; 394 municípios apresentaram focos em depósitos domiciliares e 361 municípios no lixo.
Conforme os resultados parciais do LIRAa/LIA de outubro, Uberaba apresentou Índice de Infestação Predial (IIP) de 3%, o que coloca o município em situação de alerta. Os depósitos domiciliares foram identificados como criadouros predominantes Aedes no município.
O LIRAa e o LIA são métodos de amostragem e mapeamento dos índices de infestação por Aedes aegypti e Aedes albopictus. Estes levantamentos permitem a identificação dos criadouros predominantes e a situação de infestação dos municípios que o realizaram. Os índices até 0,9% indicam condições satisfatórias, entre 1% e 3,9%, situação de alerta e índices superiores a 4%, risco de surto.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.