DestaqueEsportes

Tite aceita proposta da CBF e renova contrato até 2022

Quase quatro semanas após a dolorida eliminação contra a Bélgica nas quartas de final da Copa do Mundo, CBF e Tite entraram em um acordo pela renovação do treinador. Em uma série de reuniões na sede da entidade, no Rio de Janeiro, desde o começo da semana, as partes concordaram em estender o atual contrato até 2022, transformando Tite no primeiro treinador a seguir no comando da Seleção Brasileira após uma Copa desde 1978, quando Claudio Coutinho teve a chance de permanecer mesmo sem a conquista da taça na Argentina.
A renovação, porém, vai inserir Tite em uma nova realidade. Contratado às pressas em 2016, com a Seleção ameaçada de não se classificar para a Copa e com toda a pressão popular contra os dirigentes, o técnico multicampeão pelo Corinthians teve liberdade inédita no cargo, participando da escolha de seu chefe imediato, o coordenador Edu Gaspar, e criando a vasta logística de observações que sua comissão faria nos meses seguintes até o desafio na Rússia.
A ideia da CBF é manter o trabalho, avaliado como positivo, mas tirar a “carta branca” de Tite. Para começar, não receberá aumento salarial no novo contrato. Edu Gaspar deve permanecer, com poderes igualmente limitados, assim como a comissão fixa, com os auxiliares Cleber Xavier, Matheus Bacchi e o observador Fernando Lázaro. Outros nomes, como o do ex-lateral Sylvinho, além de parte médica da equipe, ainda terão sua permanência debatida depois que o contrato até 2022 for assinado, o que deve ocorrer em breve.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.